https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/juliano.jpeg

Vacina que Volta ALMT

RONDONÓPOLIS

Acusado de matar ex-mulher a tiros quando ela foi buscar a filha deles é condenado em MT

Polícia Civil - MT

Juliano de Souza Lima passou por julgamento, nessa sexta-feira (31) e foi condenado a 26 anos e oito meses de prisão por homicídio qualificado, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Ele é acusado de matar a ex-mulher dele, Miriam Fliemon Pinto, quando ela foi buscar a filha deles, na casa do ex-sogro.

De acordo com as investigações, quando Miriam chegou para buscar a menina, Juliano pediu para conversar com ela. Eles discutiram. Então, o acusado sacou a arma e deu três tiros na cabeça da ex-mulher.

Ainda segundo as apurações, o sogro escutou os disparos e encontrou a vítima caída do chão. Ela chegou a ser socorrida e ficou internada em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Juliano fugiu, mas foi preso dias depois.

O crime foi registrado em setembro de 2018. Miriam tinha ido até a casa do ex-sogro para buscar a filha que havia passado alguns dias com o pai.

Juliano não foi julgado pelo crime de porte ilegal de arma. O G1 não conseguiu contato com a defesa dele.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *