https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/ONIX.png

ONYX

Governo abriu licitação para avião que buscará brasileiros na China

Pedro Ladeira/Folhapress

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, informou que o governo abriu licitação para contratação do avião que será usado para transportar os brasileiros que estão na China de volta ao País.

A Embaixada do Brasil na China está identificando as pessoas que serão resgatadas.

Após sessão de abertura dos trabalhos do ano legislativo, no Congresso Nacional, Onyx confirmou que o presidente Jair Bolsonaro editará uma Medida Provisória (MP) nesta segunda-feira, 3, ou terça-feira, 4, para tratar sobre a quarentena dos brasileiros que serão resgatados na China, epicentro da epidemia de coronavírus.

O governo decidiu que apenas pessoas que não apresentam nenhum sintoma da doença serão trazidos para o Brasil. A medida, segundo o ministro, é para evitar a propagação do vírus em território nacional.

Até o momento, nenhum caso de infecção por coronavírus foi registrada no Brasil. O ministro disse ainda que não há uma decisão sobre o local que os brasileiros ficarão em quarentena ao chegarem ao Brasil.

As alternativas principais são Anápolis (GO) e Florianópolis (SC), segundo ele.

 

Coronavírus: o que sabemos

Até agora, a transmissão entre humanos ocorreu assim:

  • Proximidade do doente com familiares e profissionais de saúde
  • Maioria dos casos envolve contato com quem visitou a província de Hubei (China), cuja capital é Wuhan, de onde o vírus partiu
  • Fora da China, também já foram registradas transmissões entre pessoas
Qual a gravidade da doença?

  • Os problemas respiratórios variam de leve a pneumonia e morte
  • Os sintomas são graves em 18% dos casos, com 2% de mortes
  • Gravidade é maior entre pessoas já doentes e idosas
Como se prevenir?

  • Não entre em contato com quem sofre de infecções respiratórias
  • Use lenço descartável
  • Lave as mãos frequentemente
  • Use álcool gel para limpar a superfície dos móveis e objetos
  • Evite contato com animais selvagens ou doentes
Fonte: OMS (Organização Mundial de Saúde) / infectologista Joana D’arc Gonçalves da Silva

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *