https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/VIAGEM-PRIN.jpg

OLIMPÍADAS DE MATEMÁTICA

Alunas embarcam para Tailândia na expectativa de trazer medalhas para o Brasil

Adilson Rosa/Seduc-MT

Três alunas da Escola Estadual Dunga Rodrigues, de Várzea Grande, embarcaram nesta quarta-feira (05.02) ruma a Bangcoc, na Tailândia. De 7 a 11 de fevereiro, as estudantes Marina Alves Pires, Vanessa Santana e Gabrieli Oliveira dos Santos, acompanhadas pela professora Rúbia Coelho, irão participar da Olimpíada Internacional de Matemática (ITMC).

As estudantes são as únicas representantes do Brasil fora do Estado de São Paulo, que terá 16 alunos de quatro escolas. O Governo Estado custeou as passagens, cerca de R$ 7 mil por pessoa, o valor das inscrições, R$ 4 mil por pessoa, e hospedagem, além de ajudar na alimentação.

Durante o embarque, no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, familiares e professores das estudantes desejaram boa sorte.

A expectativa delas é trazer alguma medalha para o Brasil.

Adilson Rosa Seduc MT

Para Marina, que cursa o 8º ano, diz que essa é sua primeira viagem internacional representando o país. “Esperamos, eu e minhas colegas, trazermos medalhas. A gente se preparou e vamos nos esforçar o máximo”, assinala.

Marina pretende seguir na área de Ciências Exatas, cursando engenharia ou ciências contábeis.

Gabrieli, reforça as palavras da colega. “Essa é uma oportunidade de mostrar que nós também conhecemos matemática”, assegura.

Vanessa também acredita que poderá trazer medalhas, mas será uma tarefa árdua, pois a disputa é de aluno por aluno, em diversas etapas. “A gente se preparou muito bem para essa olímpiada”, frisa.

Focadas

A professora de matemática Rúbia Coelho explica que as provas são em inglês. Por isso, as alunas estudaram matemática e também inglês para poder chegar bem na disputa. Rúbia explica que, com os ânimos controlados, as meninas estão focadas nas provas.

“Levar nossas alunas a esse patamar de competição é um sonho, pois são anos de estudos. A experiência delas será muito grande e servirá de motivação para os demais colegas, com certeza”, ressalta.

A professora adianta que a experiência que ela trará do evento poderá ser compartilhada com os demais professores da Rede Estadual de Ensino.

As participantes da olimpíada fizeram conexão em São Paulo e Dubai antes de desembarcarem na capital tailandesa.

Valorização

Adilson Rosa Seduc MT

Para a secretária adjunta de Gestão Educacional, Rosa Maria Luzardo, que esteve no aeroporto, é uma satisfação proporcionar essa viagem aos alunos, uma melhoria em seus currículo.

Além disso é uma forma de compreender que a educação leva as pessoas além das fronteiras.

“Quando falamos do esforço dos alunos, dos professores, colocamos em evidência uma somatória de esforços do Governo do Estado, da Secretaria de Educação em proporcionar a essas alunas a participação em um evento educação de excelência como a olimpíada de matemática”, frisa.

Rosa Luzardo lembra que este é o começo de um trabalho que começa a colher pequenos frutos, pois existe uma motivação dos alunos, dos profissionais da educação.

“Vamos fazer um levantamento na rede estadual de todos os projetos que as escolas desenvolvem. Queremos apoiar esses projetos. Vamos dar o suporte que as escolas precisam”, comemora.

Estiveram também no aeroporto, os coordenadores pedagógicos Maria Sobrinho e João Bento, além dos professores Sílvia Maria, de língua portuguesa, João Marcos, de física e João Domingos de história.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 6 de fevereiro de 2020 às 20:08:38