https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/12-Júri.jpg

VOTAÇÃO UNÂNIME

STJ mantém por mais seis meses afastamento de conselheiros titulares do TCE

Reprodução

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve, em julgamento realizado agora há pouco, o afastamento dos cinco conselheiros titulares do Tribunal de Contas de Mato Grosso.

De acordo com informações do advogado de um dos conselheiros, os cinco vão ficar mais seis meses afastados da Corte de Contas.

Antonio Joaquim, Valter Albano, José Carlos Novelli, Waldir Júlio Teis e Sérgio Ricardo de Almeida foram afastados por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 14 de setembro de 2017, durante a Operação Malebolge, deflagrada pela Polícia Federal.

Os conselheiros foram citados pelo ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (sem partido), como beneficiados de um suposto esquema de corrupção durante a gestão de Barbosa.

No depoimento, o ex-governador afirmou que os conselheiros exigiram propina para não prejudicarem o andamento das obras da Copa do Mundo e do MT Integrado, este último avaliado em R$ 1,5 bilhão.

Segundo Silval, o valor pago de propina teria sido de R$ 53 milhões.

Os conselheiros negam que tenham cometido qualquer ato ilícito.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 20 de fevereiro de 2020 às 13:14:14
  • 19 de fevereiro de 2020 às 19:14:24