https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/WhatsApp-Image-2020-02-19-at-11.59.39.jpeg

VEJA O VÍDEO

Vereador refuta acusações e pede provas para agentes da Semob

ILUSTRAÇÃO

O vereador Abílio Jr. Brunini (PSC) refutou, com um vídeo, as acusações em que dois agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) teriam registrado um boletim de ocorrência, nesta terça-feira (18), onde o parlamentar teria xingado os agentes e ainda estimulado populares a agredi-los, para impedirem a remoção de um veículo parado em local irregular. (Veja o vídeo no final da matéria)

Em nota o vereador diz:


Veja a verdade.

Não tenho carro, não xingo, ajudei o servidor, sou contra a violência e enfrento a mentira com a verdade. Sobre o B.O. espero que o agente de trânsito tenha provas e que não tenha sido obrigado pelo secretário a fazer😎👍

Tem site de notícias publicando mentiras. Não falaram da boa manifestação, mas mentem sobre uma situação de carro e guincho.


O caso aconteceu na Rua Desembargador Ferreira Mendes, próximo à Câmara Municipal, às 9h20. No momento, acontecia uma manifestação contra a possível cassação de Abílio.

Os agentes ainda relataram que estavam removendo os carros estacionados nos locais proibidos, e quando chegaram no veículo do vereador, ele correu e gritou.“Não vai, não”.

Segundo consta o B.O, o vereador teria chamado as pessoas que o acompanhava para ajudar a impedir que ele fosse multado. Os populares ainda chutaram e xingaram  e quase depredaram a viatura da Semob.

“A situação ficou descontrolada e teve que tirar a viatura as pressas para não ser depredada. Além de não cumprirem com a remoção do último veículo [de Abílio]. Imputa essa situação ao vereador, que se não tivesse instigado a multidão, nada disso teria ocorrido e essas pessoas organizadas não tinham nada a ver com a propriedade dos veículos em questão”, diz trecho do documento.

Veja o vídeo:

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 19 de fevereiro de 2020 às 19:39:24