https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/Emanuelzinho_Foto-de-João-Ricardo_Liderança-do-PTB-na-Câmara-785x466.png

CARGA TRIBUTÁRIA

O governo estadual cortou o cordão umbilical com a sociedade, diz Emanuelzinho

Reprodução

Deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB-MT), o Emanuelzinho, presidiu a sessão deliberativa da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (18).

Dentre os temas abordados, a discussão sobre o aumento da carga tributária foi destaque.

Durante sua fala, Emanuelzinho contextualizou o assunto com a realidade de Mato Grosso e enfatizou a importância de explicar para a população o porquê a gasolina é tão cara na região.

O deputado criticou a maneira como o governo estadual tem conduzido os debates e torno do tema.

“Quando o governo federal fez uma proposta de redução da alíquota do ICMS, o presidente foi ironizado pelo governo do estado de Mato Grosso. Isso mostra que o governo estadual tem cortado o cordão com a sociedade. Acabou a conexão. Não representa mais os cidadãos, representa somente a si mesmo”, disse.

O deputado também fez um apelo para os mandatários estaduais escutem o clamor da população que pede pela diminuição dos impostos.

“O governo do estado fala em gestão fiscal. Ao eu ver, gestão fiscal tem representado apenas uma coisa em Mato Grosso: aumentar tributos. Existe uma crise? aumenta imposto, tá com dificuldades ? põe no lombo do cidadão”, protestou.

Emanuelzinho disse ainda que apresentou um pacote de propostas sociais com a finalidade de buscar uma estabilidade, diminuição dos preços dos combustíveis e penas mais severas para os mandatários que enriquecerem ilicitamente com a incidência de tributos baseados em valores irreais.

A ideia do deputado é incentivar a livre concorrência para postos de combustível dando a possibilidade dos empresários oferecerem descontos para a população.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 24 de fevereiro de 2020 às 15:19:30