https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/49590467946-593cec942b-k.jpg

SEM DRAMA

Com um jogador a menos, Flamengo de Jesus não foi derrotado

Marcelo Cortes / Flamengo

Ter um jogador a menos em partidas de nível é difícil, mas até então não tem sido capaz de parar o Flamengo de Jorge Jesus.

Desde que o treinador português assumiu, o Rubro-Negro ficou em desvantagem numérica em quatro partidas.

Em nenhuma delas foi derrotado.

O último exemplo foi na final da Recopa Sul-Americana.

Após abrir o placar com Gabigol, o Flamengo teve Willian Arão expulso ainda aos 23 minutos do primeiro tempo.

Jesus rapidamente reorganizou o time, colocou Thiago Maia no lugar de Pedro, e a equipe se estabeleceu em campo.

Após um primeiro tempo bastante recuado, o Rubro-Negro aproveitou os contra-ataques na etapa final e venceu por 3 a 0.

– A gente treina muito as coisas taticamente para suprir isso. A gente criou inúmeras chances, até mais do que eles. Esse é o método do mister. A gente teve pouco espaço e aproveitamos as chances.

Caí bastante pelos lados porque estávamos com um a menos e precisávamos do contra-ataque, de jogadas individuais. Nessas horas você precisar ter habilidade, um atacante que parte para cima – explicou Gabigol, um dos destaques da partida.

As outras três partidas de superação do Flamengo aconteceram no Campeonato Brasileiro de 2019. Relembre cada uma:

Corinthians 1 x 1 Flamengo

Em um jogo marcado por decisões do VAR, o Flamengo buscou o empate com Gabigol aos 45 minutos do segundo tempo. Três minutos depois, Berrío foi expulso após entrada em Sornoza. O Rubro-Negro precisou se segurar por mais sete minutos para garantir o ponto.

Goiás 2 x 2 Flamengo

O Flamengo vencia o jogo por 2 a 1 quando o goleiro César foi expulso aos 39 minutos do segundo tempo. O Goiás iniciou pressão e chegou a empatar com Michael, hoje no Rubro-Negro, aos 49.

A partida terminou aos 52. O time de Jorge Jesus não conseguiu segurar a vitória, mas saiu do Serra Dourada com um ponto.

Grêmio 0 x 1 Flamengo

Gabriel fez o gol da vitória, de pênalti, no primeiro tempo. Na etapa final, foi expulso aos 28 minutos após aplaudir ironicamente o árbitro.

O Grêmio pressionou, mas não criou nenhuma jogada clara de perigo. A partida terminou aos 50 minutos, e a vitória abriu ainda mais o caminho para o título brasileiro.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 27 de fevereiro de 2020 às 17:56:26