https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/WhatsApp-Image-2020-02-27-at-17.01.26-1.png

RACHA NO NINHO TUCANO

Ausência de Taques tira "brilho" do lançamento de Nilson Leitão ao Senado

Mato Grosso Mais / Leonardo Mauro

O desconforto era visível quando o nome do ex-governador Pedro Taques era citado na coletiva de imprensa, convocada para anunciar o ex-deputado federal Nilson Leitão como pré-candidato ao Senado pelo Partido Social Democracia Brasileira (PSDB), na manhã desta quinta-feira (27).

“O ex-governador Pedro Taques tinha dito a mim, pessoalmente, e ao Nilson, pessoalmente, que não tinha interesse em participar da eleição para o Senado. E nós sugerimos ao Nilson que fosse até o Pedro, e, em sinal de respeito pela história política dele, e colocasse a sua pré-candidatura, e ele teria todo o direito de participar também”, explicou o presidente do PSDB, Carlos Avalone.

Na ocasião, o foco, que era o lançamento de Leitão ao pleito eleitoral, que foi, meio que deixado de lado, e o nome de Taques foi exaltado. O que era um anúncio do nome do PSDB para concorrer ao Senado, ficou mais como uma explanação sobre a ausência de Taques da disputa e do evento.

“Então, não existe, em momento nenhum, em que Pedro Taque não foi ouvido. Ele deu uma resposta, hoje de manhã ele ligou e falou que não quer atrapalhar nem o PSDB e muito menos o Nilson, que ele está avaliando, e que o momento que ele chegar a uma decisão ele vai comunicar, então, é isso que existe em relação ao ex-governador Pedro Taque”, disse o tucano.

Indagado sobre a resposta, em que o ex-senador Taques teria dito que ‘está avaliando’, e se essa avaliação seria a saída dele do partido, muito desconfortável, e sem uma resposta clara, Avallone respondeu e já mandou um recado para Pedro.

“Oficialmente, eu não tenho nenhum comunicado nesse sentido. Ele não falou nesse sentido, e que ele está avaliando e eu estou trabalhando para que ele fique, é importante que ele fique, se ele estiver pensando em sair, eu espero que ele não saía. Nós precisamos de todos os soldados e principalmente dos generais, ele é uma desses generais e que gostaríamos de tê-lo em nosso lado nesse momento difícil, até porque, nós todos estivemos do lado dele”, comentou o mandatário do PSDB.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 28 de fevereiro de 2020 às 15:57:43
  • 28 de fevereiro de 2020 às 12:20:38