https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/WhatsApp-Image-2019-06-17-at-12.29.56-785x466.jpeg

IMPACTO NOS COFRES

Irritado, Mendes manda recado para presidente do TJ sobre criação de 9 vagas para desembargador; VÍDEO

Mato Grosso Mais

O governador Mauro Mendes (DEM) mandou um recado curto e grosso para o presidente do Tribuna de Justiça de Mato Grosso, Carlos Alberto da Rocha, na tarde desta segunda-feira (2), após assinatura de convênio com a concessionária de energia elétrica do Estado (Energisa), que prevê a aplicação de R$6,6 milhões em ações de eficiência energética nos órgãos públicos estaduais, e em sete municípios do médio-norte, na sede do Palácio Paiaguás.

Questionado sobre a aprovação de nove vagas para desembargador, na semana passada, se isso não impactaria nos cofres públicos, o chefe do executivo estadual demonstrou irritação e disse.

“Olha, cabe ao Tribunal fazer suas contas. Só espero que no próximo ano não venham pedir mais dinheiro porque aumentaram as vagas”.

Anualmente, o Estado repassa do duodécimo em mais de R$ 1 bilhão para o Poder Judiciário.

No dia 27 de fevereiro, semana passada, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, aprovou, por unanimidade, a criação de nove vagas para desembargador.

Após essa decisão, o Tribunal de Justiça deve encaminhar esse aumento para ser submetido ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Para isso, antes, será preciso encaminhar um projeto para Assembleia Legislativa, que deve referendar a criação de 30 para 39 vagas de desembargadores.

Sete dos novos desembargadores serão dos juízes e duas vagas serão destinadas ao quinto constitucional.

O quinto constitucional é formado por uma lista de membros indicados pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e por membros do Ministério Público Estadual (MPE).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 3 de março de 2020 às 12:30:24
  • 3 de março de 2020 às 12:29:54