https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/03/6c2c9149dd39dab4e829469bb46de4fe.jpg

TRAGÉDIA EM CANARANA

Pai atira em filhos de 3 e 4 anos e comete suicídio

Reprodução

Um homem atirou na cabeça dos seus dois filhos, de 3 e 4 anos, na noite de segunda-feira (3), em Canarana (635 km de Cuiabá). Identificado como Lucas Diniz da Silva, de 27 anos, ele se matou após o atentado contra os próprios filhos.

Na noite de segunda-feira, Lucas foi até a casa da sogra, onde estavam os seus filhos, e disse à sogra que iria levar as crianças para dormirem com ele, já que a sua ex-companheira estava em Água Boa (730 km de Cuiabá).

Ao chegar em casa, Lucas começou mandar mensagens ameaçadoras para a mãe das crianças. Na conversa, o homem teria mandado foto de uma arma e escrito: “Vou me vingar de forma terrível. Vou aí te matar”.

Ao receber tais ameaças, a mãe avisou a avó das crianças que rapidamente foi à casa do suspeito. No local, ela chamou a Polícia Militar.

Os PMs, ao chegarem no local, viram a avó das crianças chorando, pois, ela havia escutado barulhos de tiros dentro da casa.

Os policiais invadiram a casa e encontraram as crianças e o suspeito na cama com ferimentos na cabeça. Os agentes perceberam que as vítimas ainda estavam respirando.

Rapidamente, os militares encaminharam as crianças ao Hospital Municipal de Canarana para receberem atendimento médico.

A menina de 4 anos não resistiu e morreu logo depois do crime. O menino, de 3 anos, foi encaminhado ao Hospital Municipal de Água Boa para receber atendimento médico.

A sogra do suspeito informou aos policiais que Lucas era companheiro da sua filha, mas que o casal havia rompido o relacionamento há pouco tempo.

Na casa do suspeito, a PM ainda apreendeu um revólver calibre 38, com quatro munições, sendo três deflagradas e uma intacta.

O crime será investigado pela Polícia Civil.

Com informações do Hipernotícias.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 3 de março de 2020 às 19:27:25