Vacina que Volta ALMT

TEMA POLÊMICO

Reforma da Previdência prevê que servidores de MT irão se aposentar com 65 anos; vídeo

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

O governador Mauro Mendes (DEM) disse, nesta segunda-feira (2), que a Assembleia Legislativa deve receber nos próximos dias a segunda parte do projeto da Reforma da Previdência do Estado.

A fala foi feita após assinatura de convênio com a concessionária de energia elétrica do Estado (Energisa), que prevê a aplicação de R$6,6 milhões em ações de eficiência energética nos órgãos públicos estaduais, e em sete municípios do médio-norte, na sede do Palácio Paiaguás.

O governador citou que a principal mudança passa pela elevação da idade mínima: 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.

“Hoje, mais de 90% de todos os mato-grossenses estão sob essa regra. Vocês jornalistas que aqui estão. Os trabalhadores da iniciativa privada, comércio e indústria, agricultura, a dona de casa,  a doméstica, o motorista, todo mundo: se homem, vai se aposentar com 65 anos de idade, se mulher, com 62, então, eu não vejo nenhuma justificativa para que o servidor público, alguns deles, ou uma parte deles, possam se aposentar com 45, 46, com 50, com cinquenta e poucos anos, nós estamos mandando uma lei dando a todos os mato-grossenses os mesmos direitos já que nós temos os mesmos deveres”, observou.

Mendes relatou que o texto elaborado pelo Governo do Estado repete as mesmas regras do que foi aprovado pelo Governo Federal para os servidores públicos federais e trabalhadores da iniciativa privada.

Mesmo sendo um assunto polêmico, Mendes acredita que a discussão na Assembleia Legislativa ocorra de forma democrática, sem violência, como ocorreu em outros estados.

“Eu espero que não. Eu tenho um respeito à democracia”, comentou.

Com Midianews.

 

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *