https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/Hospital-Universitário.jpg

PRIORIDADES

Sinfra concentra esforços para retomar obras que deveriam ter sido entregues há décadas

MPF

Várias obras estão sendo retomadas em Mato Grosso graças ao esforço que o Governo do Estado tem feito para priorizar as construções que deveriam ter sido entregues à população há cerca de 10, 20 ou até 30 anos.  Agora essas obras vão sair do papel.

Entre elas estão o Hospital Universitário Júlio Müller, a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Cáceres e o Rodoanel, em Cuiabá. As duas primeiras obras, inclusive, já tiveram seus processos para a retomada iniciados em 2020.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura de Logística (Sinfra), Marcelo de Oliveira, o Governo tem se empenhado em retomar importantes obras seguindo determinação do governador Mauro Mendes.

“Se o governador não tivesse mandado as propostas de leis de reformas que foram mandadas para que pudéssemos ter recursos para investimento em infraestrutura, educação, saúde, infelizmente não sei o que seria do Estado. Foi uma posição corajosa e determinante para o sucesso do Estado e o futuro de Mato Grosso”, disse ele, em entrevista nesta terça-feira (03.03).

Obras da ZPE em Cáceres já foram retomadas.

Segundo o secretário, hoje a Sinfra tem um rol de obras iniciadas de recuperação e asfaltamento de rodovias, construção de pontes e manutenção de estradas, por exemplo. Mas além das estradas, expertise da secretaria, a Sinfra também retomou uma das obras tão esperadas pela população: o Hospital Universitário Júlio Müller, em Cuiabá.

O edital de licitação para a retomada dessa obra foi lançado em fevereiro e a abertura das propostas será em 13 de abril. O projeto foi elaborado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), analisado pela Sinfra, que também é responsável pela licitação e acompanhamento das obras.

A obra será licitada na modalidade RCDI (Regime Diferenciado de Contratação Integrada), em que a empresa ou consórcio vencedor da concorrência ficará responsável, tanto pela elaboração do projeto executivo, quanto pela execução da obra.

“O hospital é universitário, mas atenderá casos de alta complexidade. Então, se hoje ajudamos a construir o hospital Júlio Müller dentro de Cuiabá, estamos fazendo algo para atender a população de Mato Grosso. E como é um hospital federal, você não precisa ter recursos do Estado ou municipal para investir todo mês. Então, o Governo do Estado ajuda na construção, mas lá na frente não tem despesa de operação”, disse.

Além do Júlio Müller, outra obra esperada especialmente para a região Oeste de Mato Grosso é a ZPE. A ordem de serviço para a retomada das construções já foi assinada, após ajustes no projeto de pavimentação e drenagem, que passa a ter uma nova concepção.

Licitação do Rodonael deve ser lançada em março

Já o projeto de estrutura foi todo reanalisado, uma vez que ele foi feito em 2013 e, desde então, aconteceram mudanças de normas, sendo necessárias atualizações.  “As obras no local serão retomadas após 30 anos de espera por um empreendimento crucial para o aumento das exportações e o desenvolvimento do estado de Mato Grosso”, disse o secretário.

Outro sonho que está perto de se tornar realidade é o contorno Norte de Cuiabá e Várzea Grande, conhecido como Rodoanel. A licitação para execução das obras foi lançada e chegou a ser suspensa, em razão da necessidade de adequações do edital, solicitadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Porém, todas as exigências do DNIT estão sendo atendidas pela Sinfra, que aguarda somente a liberação para reiniciar o processo.  “Estamos com os técnicos dentro do DNIT para ver se ainda no mês de março soltamos a licitação do Rodoanel. Mais uma grande realização do governo Mauro Mendes”, encerrou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *