https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/03/MIDIANEWSas.jpg

ALEGOU PERSEGUIÇÃO

TJ manda soltar acusado de matar homem que reclamou de farol

MIDIANEWS

A 3ª Câmara Criminal Do Tribunal de Justiça de Mato Grosso revogou a prisão preventiva de Maruan Fernandes Haidar Ahmed, durante sessão na quarta-feira (11), e determinou que ele seja colocado em liberdade. O jovem é acusado de matar o empresário Fábio Batista da Silva, de 41 anos, por causa do farol alto de uma caminhonete em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá).

O crime, que causou revolta em todo o Estado em razão da frieza, ocorreu em uma distribuidora de bebidas. As câmeras de monitoramento do local flagraram os disparos.

Maruan havia sido preso no dia 4 de fevereiro deste ano por quebrar medidas cautelares. Antes disso esteve foragido por meses e só reapareceu quando conseguiu um habeas corpus que concedia a sua liberdade provisória.

A defesa do rapaz acusou o juiz Wagner Plaza Machado Junior, da 1ª Vara Criminal de Rondonópolis, de estar perseguindo o seu cliente, desde quando o TJ decidiu, em sua primeira decisão, que ele respondesse pelo crime em liberdade.

Durante a votação, o relator do processo, o desembargador Juvenal Pereira da Silva, votou para que mantivesse o acusado preso, porém os desembargadores Rondon Bassil Dower Filho e Gilberto Giraldelli recidiram restabelecer as cautelares.

“Por maioria, concedida a ordem para que as cautelares sejam restabelecidas, nos termos do voto do primeiro vogal. Vencido o relator, que denegou a ordem”, disse o desembargador Juvenal.

Relembre o caso

O crime ocorreu em 18 de novembro de 2018. Naquele mesmo mês, Maruan teve prisão temporária expedida pelo juiz Wanderlei José dos Reis Fábio Batista.

As imagens das câmeras de segurança mostram o momento em que Fábio vai até o carro e chega a colocar a mão em cima do capô, exigindo que o condutor baixasse o farol.

Em seguida, o motorista saca uma arma e atira ainda de dentro do carro, em direção à vítima, que cai no chão imediatamente.

Fábio não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Já o atirador fugiu após o crime.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 12 de março de 2020 às 14:48:56