https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/03/whatsapp-image-2020-03-14-at-09.28.15-1-.jpeg

LUTO

Sambista de Cuiabá morre após ser atingido por veículo

Facebook/Reprodução

Conhecido do público cuibano, como Kaka Avela, o bacharel em Direito e sambista, Carlos Eduardo de Avela, morreu na madrugada deste sábado (14), na avenida dos Trabalhadores em Cuiabá, vítima de acidente de trânsito.

A Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran) iniciou as invesgitações sobre a morte do sambista. As primeiras informações apontam que o motorista de um Fiat Argo bateu na vítima, que estava em uma moto.

Ele teria sido arremessado a cerca de 20 metros e morreu ainda local. O acidente teria ocorrido por volta das 3h. O carro envolvido na batida foi localizado nas proximidades de onde sambista foi atingido. O motorista, porém, não estava no local.

Centenas de amigos do músico estão lamentando a sua morte nas redes sociais. O músico tinha 41 anos e deixa filhos. Segundo informações, Kaka tinha deixado minutos antes uma casa de shows em Cuiabá. Durante a noite, chegou a tirar selfies com amigos.

“Na moral sem acreditar nessa notícia, de verdade, meu irmão Ricardo Cirilo Ferreira acabou de me falar que as 05h da manhã um convardeeeee, agrediu nosso amigo Kaka Avela e o mesmo infelizmente veio a óbito, que mundo é esse meu Deus, ainda onde acham que com agressão se resolve alguma coisa, estou de verdade muito triste pois tiraram a vida de um pai de família, trabalhador, batalhador, defensor do SAMBA, músico, gente do bem, honesto de um caráter que só quem o conheceu sabe o que estou falando, meus pêsames a familia, fico aqui de longe triste por saber e indignado com tamanha ignorância, espero que vc se arrependa do que fez cidadão e pague por isso, pq Deus vai cobrar pode ter absoluta certeza, KAKÁ DESCANSE EM PAZ IRMÃO”, diz um das centenas de posts em uma rede social do músico.

Reprodução/Facebook

dKaka sambista

Do Gazeta Digital

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 14 de março de 2020 às 16:42:19