https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/03/CORONAVÍRUS-REDUZIDA.jpg

CORONAVÍRUS

MPMT normatiza procedimentos para redução de riscos

Reprodução

Membros, servidores e estagiários do Ministério Público do Estado de Mato Grosso que retornarem de quaisquer países atingidos por contaminação do Coronavírus (SARS – CoV-2) ou que tiverem com pessoas que passaram por essas localidades, deverão exercer suas atividades funcionais em regime excepcional de teletrabalho, durante 14 dias, contados da data do retorno ou do contato.

A determinação consta no Ato Administrativo 902/2020, assinado pelo procurador-geral de Justiça José Antônio Borges Pereira, que será veiculado no Diário Oficial Eletrônico do MPMT nesta sexta-feira (13).

De acordo com a normativa, a comprovação da situação de exposição ao risco de contaminação pode ser feita com a apresentação de bilhetes de passagens aéreas próprias ou das pessoas que tiveram contato com áreas de contágio, além da descrição de eventuais sintomas da COVID-19.

O monitoramento e acompanhamento dos casos de possível exposição ao Coronavírus serão realizados pelo Departamento de Gestão de Pessoas e pelo Programa Vida Plena – MPMT Pensando em Você.

Confira o Ato Administrativo Aqui

CAMPANHA: Simultâneo à publicação do Ato Administrativo, está sendo lançada no Ministério Público do Estado de Mato Grosso uma campanha com orientações sobre prevenção e tratamento ao Coranavírus. O material informativo também será divulgado nas redes sociais do MPMT.

Descrição #PraCegoVer – Imagem de uma mão com luva azul segurando um pequeno tubo de coleta de sangue com tampa roxa com a inscrição impressa “coranavírus” assinalado com caneta vermelha o item positivo, no sinal de mais. Ao fundo outros tubos com tampas roxas e outras unidades na cor dessa família de coloração.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *