CORRIDA AO SENADO

EP diz ser de bom senso e oportuna a suspensão da eleição suplementar

DA REDAÇÃO / LEONARDO MAURO
[email protected]

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), considera de bom senso e oportuna a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de suspender a eleição suplementar e elogia a gestão que o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta está fazendo à frente do ministério da saúde, e de combate e prevenção ao Covid-19 (Coronavírus).

Ao Site Mato Grosso Mais o chefe do executivo municipal respondeu que vê com bons olhos a suspensão da Eleição Suplementar que aconteceria no dia 26 de abril.

“De bom senso e oportuna, que demonstra que as nossas autoridades a começar com o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta, estão ligados e antenados com o que ocorre no Brasil, a pandemia que chega ao Brasil. E que a prioridade neste momento, de tudo e de todos, é a rede de enfrentamento de combate ao coronavírus”, disse Emanuel.

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, determinou a suspensão da realização da eleição suplementar para o cargo de Senador em Mato Grosso. A determinação foi anunciada no início da tarde desta terça-feira (17), a eleição fica suspensa e sem data prevista.

“Qualquer sintoma no nosso Estado, qualquer situação, ou no país, que possibilite aglomeração de pessoas tem que ser evitado, tem que ser transferido, então eu sou amplamente favorável e parabenizo a iniciativa do ministro e do TSE”, finalizou Pinheiro.

O pleito foi marcado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), para o 26 de abril. O motivo do cancelamento são as ações do governo federal, que estão sendo implementadas em todo país, visando a segurança da população em decorrência do avanço do Coronavírus.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *