https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/04/water-815271_1920_640x480_acf_cropped.jpg

FINAL DE SEMANA

Previsão indica temporais e queda de temperaturas

Pixabay

Sábado, 4

Sul

O tempo firme predomina em grande parte da região, por conta de um sistema de alta pressão atmosférica. Chove de forma pontual e isolada somente no litoral de Santa Catarina e Paraná, mas sem acumulados expressivos e mais localizada no período da manhã.

Mesmo com os períodos de sol mais evidentes, as temperaturas são ainda mais baixas, principalmente nas regiões de serra.

Inclusive, há condição para geada nas cidade de São Joaquim e Urupema e na região serrana de Santa Catarina, com mínimas que devem chegar a 3 °C entre o final da madrugada e início da manhã.

No período da tarde, as temperaturas não aumentam de forma significativa.

As rajadas de vento perdem intensidade, mas o aviso de ressaca é mantido no sábado, estendendo-se agora para toda a faixa litorânea da região Sul.

Sudeste

A frente fria se afasta e com isso o tempo volta a mudar neste sábado. Não há mais previsão de chuva sobre praticamente todo o estado de São Paulo.

Pancadas isoladas ainda poderão ser observadas no norte e litoral paulista, mas de forma menos intensa e pouco volumosa.

Há condição para chuva no Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais, mas as pancadas serão mais pontuais.

Os maiores acumulados ocorrem no Espírito Santo, Zona da Mata e Vale do Rio Doce.

Destaque para as temperaturas, que diminuem em relação aos dias anteriores, especialmente no período da manhã e nos pontos mais altos.

O mar segue bastante agitado entre o litoral paulista e fluminense e permanece o aviso de ressaca da Marinha Brasileira para esses dois pontos.

Centro-Oeste

Depois de uma semana bastante quente, as temperaturas não sobem muito em Mato Grosso do Sul, especialmente no período da manhã.

Pancadas de chuva mais moderadas são esperadas do norte de Mato Grosso a Goiás, mas ainda sem expectativa de grandes acumulados.

Nas demais áreas, chuva fraca e passageira. Exceto no centro-sul de Mato Grosso do Sul, onde o tempo firme volta a predominar, com sol e nebulosidade variável.

Nordeste

Segue a condição de tempo instável no norte do Maranhão, Piauí e Ceará, ainda reflexo da atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

Temporais também são esperados entre o Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe, onde a chuva será muito volumosa, mas pode vir na forma de pancadas moderadas, acompanhadas por raios e concentradas especialmente no período da tarde e noite.

Norte

A chuva volumosa segue em praticamente todas as áreas, ainda por conta da combinação de calor e umidade. A precipitação fica mais concentrada no leste do Pará, e novamente os acumulados podem chegar a 40 mm.

Temporais também são esperados no sul do Pará e no Amapá. Por outro lado, pancadas isoladas, com acumulados pouco significativos são aguardados para as demais áreas.

Domingo, 5

Sul

O domingo de tempo firme em toda a região, com sol predominando entre poucas nuvens. No início do dia a sensação de frio continua e, mesmo com o sol, as temperaturas ainda ficam amenas no período da tarde.

Há condição para formação de nevoeiro durante as primeiras horas do dia entre o litoral de Santa Catarina e Paraná. O aviso de ressaca emitido pela Marinha é válido ainda para o início da manhã.

Sudeste

Domingo com tempo firme em todo o estado de São Paulo, parte do sul de Minas e Rio de Janeiro, onde não há previsão de chuva.

Nas demais áreas da região, as pancadas ocorrem de forma mais pontual e sem expectativa para grandes acumulados.

No litoral paulista, o dia pode iniciar com névoa úmida, mas nada que prejudique de forma significativa a visibilidade.

O dia ainda inicia com temperaturas mais baixas e que aumentam de forma gradual no período da tarde.

Centro-Oeste

A chuva volta a ocorrer no interior de Mato Grosso do Sul, mas ainda na forma de pancadas rápidas e com baixos acumulados. Já no sudeste, o tempo continua firme, com sol predominando. As temperaturas continuam mais amenas no estado.

Nas demais áreas da região, a chuva persiste na forma de pancadas isoladas. No sul de Goiás a precipitação ocorre de forma mais intensa, acompanhada de trovoadas.

Nordeste

Os volumes mais significativos seguem concentrados no Maranhão, Piauí e Ceará, e há condição para chuva mais expressiva também em Salvador (BA).

Temporais são esperados no Rio Grande do Norte e Pernambuco, e a chuva aos poucos começa a retornar sobre grande parte da Bahia, mas ainda de forma pontual e pouco volumosa.

Norte

Ainda por conta da combinação de calor e umidade, chove em todas as áreas da região, mas na forma de pancadas isoladas. Os maiores acumulados seguem no estado do Pará.

Chuva acompanhada de trovoadas ocorre no leste do Pará, norte do Tocantins e também no sul do Amazonas.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 3 de abril de 2020 às 20:17:10