https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/04/c69b7ecf874ecdf405fddc351cb074c6.jpg

INFORME SOBRE COVID-19

Casos de COVID-19 em Cuiabá cresceram 67% em uma semana

Gustavo Duarte

A Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde divulgou o segundo Informe Epidemiológico sobre a COVID-19, que tem como objetivo monitorar o padrão de morbidade e mortalidade e descrever as características clínicas e epidemiológicas dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG pelo Coronavírus-2019 em residentes no município de Cuiabá. O trabalho é elaborado em parceria com Instituto de Saúde Coletiva e Faculdade de Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso.

Flávia Guimarães, gerente da Vigilância Epidemiológica ressalta que os números têm crescido rapidamente.  “Este informe levou em consideração os casos notificados até dia 11 de abril, por isso os números de notificações já aumentaram desde então. Mas o informe serve como parâmetro para estudos da evolução da pandemia”, explica.

Casos notificados de SRAG 

Até o dia 11 de abril de 2020 foram notificados em Cuiabá 244 casos suspeitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Desses 32,4% (79) aguardam o resultado do exame para COVID-19. Entre aqueles que se conhecia o resultado (165), 38,5% (94) foram descartados e 27,5% (67) resultou positivo para COVID-19, sendo 55 residentes em Cuiabá, 06 em Várzea Grande, 02 em Poconé, 02 Campo Novo dos Parecis, 01 Chapada dos Guimarães e 01 Lambari do Oeste.

Casos confirmados de COVID-19 

O número de casos confirmados de COVID-19 em residentes em Cuiabá de 12 de março a 11 de abril de 2020 foi 55 casos, indicando crescimento de cerca de 67,0% (22 casos) na última semana e resultando em taxa de incidência de 9,0 casos/100.000 habitantes, bem mais elevada que a incidência em Mato Grosso que foi 3,5/100.000. Entretanto a taxa de letalidade é zero já que não houve óbito na capital desde a notificação do primeiro caso em 14 de março.

Os primeiros sintomas ocorreram em 12 de março, sendo o primeiro caso notificado no dia 14 de março. O tempo médio entre a coleta de exames e a entrega dos resultados foi 3,9 dias. Somente 11 indivíduos referiram ter viajado em período anterior ao início dos sintomas, desses três para o exterior. Destaca-se que cinco indivíduos foram diagnosticados e eram assintomáticos. A taxa de internação foi de 32,7% (18 casos).

Entre os casos confirmados de COVID-19 residentes em Cuiabá (55) a maioria (34; 61,8%) é do sexo feminino. A idade média é 41,9 anos, sendo o mais novo com 04 anos e o mais velho com 69 anos. A maioria dos casos se concentra no grupo de 30 a 59 anos (42; 76,4%) e os idosos representaram 9,1% (5) dos casos.

Somente 12 (21,8%) indivíduos referiram comorbidades isoladas ou associadas, entre elas prevaleceram hipertensão (4) e diabetes (4), sendo citadas ainda cardiopatias (1), hepatopatia (1), leucemia (1), imunodeficiência (1), asma (1) e rinite alérgica (1); também houve uma gestante entre os casos residentes em Cuiabá.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *