https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/04/292611-MKT_5074-9.jpg

INVESTIMENTO NA SAÚDE

Estado divulga licitação para retomada das obras do Hospital Central

Reprodução

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) divulgou, em Diário Oficial que circula nesta quarta-feira (29.04), informações sobre a abertura da licitação que prevê a retomada da construção do Hospital Central de Mato Grosso, iniciada há 34 anos em Cuiabá. O Edital ficará aberto por 34 dias, contados a partir da data de publicação.

De acordo com o aviso publicado em DOE, o pleito ocorrerá na modalidade concorrência do tipo menor preço e terá início às 9h do dia 2 de junho, na sala de reuniões da SES-MT.

O lançamento desta licitação é parte do novo projeto para a estrutura do Hospital Central, anunciado pelo Governo de Mato Grosso em novembro de 2019. O valor estimado para a construção é de R$ 102.021.392,78, com um cronograma de execução de 22 meses.

A unidade contará com aproximadamente 32.000 m² de área construída, sendo 9 mil da estrutura antiga e 23 mil de ampliação – isto é, construção nova. Também estão previstos 290 leitos para o hospital; destes, 60 leitos para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 230 leitos para enfermarias e cuidados intermediários e 10 salas de cirúrgicas.

“Reformulamos o projeto e vamos aproveitar nove mil metros de área construída e acrescentar outros 23 mil metros ao Hospital, que será o mais moderno de alta complexidade no estado de Mato Grosso. Esse sonho iniciado há 34 anos, e que beneficiará toda a população de Mato Grosso, se torna realidade com a publicação do edital hoje”, comemorou o secretário em coletiva virtual de imprensa desta quarta-feira (29).

Por meio da estrutura, a Secretaria de Estado de Saúde estima realizar 1.990 internações, 652 cirurgias, 3.000 consultas especializadas e 1.400 exames ao mês. A retomada da construção contemplará especialidades como Cardiologia, Neurologia, Vascular, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Urologia, Ginecologia, Infectologia, Pediatria e Cirurgia Geral.

Pacote de obras na saúde
A retorno das obras do Hospital Central faz parte das ações do programa de modernização dos Hospitais Regionais e Unidades Especializadas, promovido pelo Governo de Mato Grosso para melhorar a prestação dos serviços de saúde ofertados à sociedade.
“Estamos fazendo uma grande transformação nas unidades que estão sob a gestão estadual e pretendemos entregar uma rede hospitalar remodelada para a população mato-grossense”, avalia o secretário Gilberto Figueiredo.
Outro importante resultado conquistado pela atual gestão é a criação do Hospital Estadual Santa Casa, que atende exclusivamente aos pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, a SES trabalha na modernização da infraestrutura do Centro Integrado de Assistência Psicossocial Adauto Botelho, Hospital Metropolitano e dos Hospitais Regionais de Sinop, Rondonópolis, Alta Floresta e Sorriso.

Histórico

A construção do Hospital Central, lançada em 1984, foi pensada com o objetivo de proporcionar um atendimento de referência em alta complexidade nas especialidades de traumatologia, ortopedia e urgência e emergência de trauma. Contudo, devido ao corte de recursos do Governo Federal, a obra foi paralisada em 1987.

Em 1992, a construção do Hospital Central foi retomada pela gestão estadual, porém permaneceu inconclusa em razão de um desacordo entre o Governo Estadual e Federal. A obra voltou a ser retomada em 2004 pela gestão estadual, ocasião em que novamente foi paralisada.

Contudo, no ano de 2014, a Justiça Federal acatou parcialmente a solicitação do Ministério Público Federal (MPF) para a inclusão de recursos que viabilizassem o término do Hospital Central.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *