https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/05/Nova-Mirante-Mãe-Bonifácia-Projeto44.jpg

VEM NOVIDADE

Anos após ser derrubado, novo mirante do Mãe Bonifácia será construído

Cerca de 5 anos depois de sua derrubada um novo mirante será construído no tradicional parque ecológico da capital, o Parque Mãe Bonifácia. A notícia foi uma grata surpresa aos frequentadores do local, estes foram surpreendidos com o anúncio em uma placa informando sobre a nova obra, avaliada em cerca de mais de R$ 1,5 milhão.

O recurso é fruto de uma compensação ambiental, aplicada pela Secretaria de Meio Ambiente (Sema) às empresas que causam impactos ambientais nas áreas do estado. O prazo para a construção do novo mirante é de 120 dias.

A Secretaria de Meio Ambiente do Estado informou que a ordem de serviço para o inicio das obras foi dada na segunda passada dia 27 de abril. O canteiro de obra já foi instalado e pedreiros já trabalham na construção que será no mesmo local onde ficava o antigo.

 

O projeto do mirante é inspirado no antigo. A secretaria argumentou que o local se tornou referência e um dos cartões postais de Cuiabá. Por isso, ganhará estruturas de aço, cobertura com painéis fotovoltaicos e telhados em policarbonato.

A nova torre terá escada em espiral, um observatório de 12 metros. A altura total do mirante será de 15 metros e contará ainda com um elevador com a capacidade para 8 pessoas.

 

Interditado e derrubado

O mirante foi interditado ainda em 2013, após fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-MT), que estava com a estrutura comprometida, frouxa e não aguentaria o peso dos visitantes, podendo desabar.

Em 2015 veio à decisão de derrubá-lo, já que a estrutura nunca recebeu as manutenções necessárias e nem mesmo uma reforma resolveria o problema. Depois disso, muitas discussões foram feitas, projetos apresentados, mas nada de concreto foi visto.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 5 de maio de 2020 às 16:38:06
  • 5 de maio de 2020 às 16:32:23