https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/06/0-confresa.jpg

LOCKDOWN

PJC de Confresa deflagra operação e prende autores de tráfico de drogas

A Polícia Civil de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá) deflagrou na tarde de quinta-feira (04.06) a operação “Lockdown” visando desarticular organizações criminosas e combater a venda de entorpecentes na região. Quatro integrantes de uma associação criminosa foram presos, além de serem apreendidos drogas e dinheiro proveniente do tráfico.

A ação de resposta rápida foi realizada após ocorrerem nos últimos dias, atos de vandalismo como pichações referentes a facções em alguns muros da cidade.

Os policiais civis passaram a apurar as condutas criminosas, conseguindo identificar os responsáveis, os quais foram presos recentemente, porém foram beneficiados com decisão judicial em não permanecer recolhidos na Cadeia Pública, em razão da pandemia do vírus Covid-19.

Na casa de um dos presos, a equipe localizou um tijolo e mais dois pedaços grandes de maconha, porções de cocaína, comprimidos da droga sintética conhecida como “LSD”, mais de R$ 900 em dinheiro, balança de precisão, semente de maconha, além de outros itens como celulares e materiais para a venda ilícita. No local, também foi encontrada uma menor de idade.

Com o flagrante, os quatro envolvidos foram conduzidos para Delegacia de Confresa, onde foram interrogados e autuados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. A adolescente foi ouvida e liberada.

Além do flagrante, os suspeitos responderão pelo ato de vandalismo ou depredações ao patrimônio público ou privado, conforme artigo 163 do Código Penal (destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia).

Depois de confeccionados os autos os presos foram levados para Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, à disposição da Justiça.

De acordo com o delegado de Confresa, André Rigonato, as ações de repressão e investigação continuarão com objetivo de esclarecer ocorrências de roubos e furtos cometidos em residências, bem como prender os autores.aí oi

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 8 de junho de 2020 às 13:57:30
  • 8 de junho de 2020 às 13:29:44