https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/06/c7798ecd104182d4194fac1ee7c603be.jpg

COMBATE AO CORONA

População atende pedido e respeita decreto do toque de recolher

Gustavo Duarte

O prefeito de Cuiabá,  Emanuel Pinheiro, resumou  os primeiros dias da validação do “Toque de Recolher” em uma palavra: gratidão. Mais uma vez a população cuiabana foi parceira da Prefeitura de Cuiabá em mais um projeto que visa combater a proliferação do vírus em nossa cidade.A medida, que visa resguardar o bem coletivo,  só não terá validade aos trabalhadores dos serviços essenciais, como segurança pública e ssaúde. A nova  medida de combate ao novo Coronavírus na capital foi anunciada pelo prefeito Emanuel Pinheiro, no dia 10 de junho, por meio do decreto nº 7.956. No total, Vinte e duas equipes atuaram no final de semana.

Antes mesmo do início do horário previsto para o início, meia hora antes, as 22 horas, as ruas da Capital estavam completamente vazias. “Todos nós sabemos que Cuiabá é conhecida por sua característica de vida noturna. No entanto, as pessoas atenderam ao nosso chamado e entenderam o nosso propósito, que é o de estabelecer medidas de prevenção e combate ao novo Coronavírus”, declarou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Com mais essa iniciativa, que segue até o dia 28 de junho, ponderou Pinheiro, estamos dando mais um passo importantíssimo para conter a proliferação do Covid-19 aqui na Capital, ao promover o “Toque de Recolher”, das 22h30 às 5 horas da manhã. “Escolhemos esse período, pois e a noite que todos nós relaxamos mais e o contato entre as pessoas aumenta. Por isso, a importância do isolamento social, sem aglomerações populares”, ressaltou.

“Além da compreensão da população, quero aqui registrar o agradecimento a nossa grande parceira, a Polícia Militar e o nosso secretário municipal de Ordem Pública, Leovaldo Sales, que coordenou a ação com autoridade sem autoritarismo. Com liderança, disciplina e ordem, tivemos o resultado das primeiras abordagens de sucesso absoluto”, assegurou o chefe do Executivo Municipal.

O toque de recolher segue valendo até o dia 28 de junho. As operações de fiscalização serão sempre executadas mediante uma atuação integrada entre as secretarias municipais de Ordem Pública, Mobilidade Urbana, Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, e com o apoio da Polícia Militar.

“Meu povo, minha querida população cuiabana, não fugiu e atendeu ao nosso chamado, respeitando o toque de recolher. São com medidas iguais a essa que vamos conseguir continuar mantendo a Capital entre as cidades com menores índices de óbitos registrados pelo novo coronavírus”, concluiu.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *