https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/06/3439.jpg

SITUAÇÃO ALARMENTE

Com recomendação Estadual, Livramento não pensa em lockdown

Mesmo com recomendação estadual para a adoção de um ‘Lockdown’ por conta do alto número de contaminados na pacata cidade de Nossa Senhora do Livramento (42 km de Cuiabá), o prefeito do município Silmar de Souza (DEM) disse em entrevista na última quinta-feira (18) que não pensa em realizar a medida. Desde a última semana pra cá, a cidade vem registrando um aumento no número de casos confirmados o que vem assustando os munícipes.

Segundo o prefeito, ele enxerga que de fato a classificação de risco ‘é muito alto’ no Sistema de Inteligência da Pandemia pela Secretaria de Estado de Saúde, mas que no momento não vê a necessidade para isso, mesmo presenciando dia a dia os casos crescerem no município.

Ele ressalta que os números de contaminados em Livramento seguem em curva ascendente assustadora, porém somente na zona rural onde o lockdown dificilmente teria controle total da administração. Livramento apresentou ontem 75 casos positivos da doença, sendo 56 na zona rural contra 19 na zona urbana.

“Temos ciência dos números e também da nossa capacidade perante um lockdown. Primeiramente graças a Deus, ao toque de recolher, a barreira sanitária e uma melhor conscientização das pessoas estamos em baixo aumento de casos positivos na sede municipal. Em média um por dia. Saímos de nove no dia 8 de junho e chegamos nos 19 casos nesta quarta-feira.”

Já a zona rural, segundo o prefeito, os casos estão crescendo de maneira assustadora, “e é justamente lá que jamais teremos um controle absoluto para fechar a região, interditar vias, proibir deslocamentos de maneira mais profunda. O município é muito extenso e tem muitas vias secundárias de acesso”, pontuou.

Para o gestor, fazer um fechamento de vários pontos de acesso na região seria preciso o auxilio do Estado através de policiais militares. “É comum nos finais de semana descer multidão de pessoas de Cuiabá e Várzea Grande para visitar parentes e amigos no interior do nosso município, e sinceramente, não temos condições e nem equipe para tal, infelizmente”, esmoreceu Souza.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 19 de junho de 2020 às 14:57:04
  • 19 de junho de 2020 às 12:56:00