https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/07/c1050acd9930e289224adc15d4632f2b.jpg

PANDEMIA DA COVID

Com uma semana de barreira sanitária 20 mil pessoas foram abordadas

PREFEITURA DE CUIABÁ / CELLY SILVA
redacao@matogrossomais.com.br

Luiz Alves

As barreiras sanitárias instaladas em quatro pontos estratégicos de entrada e saída de Cuiabá atenderam, na segunda-feira (13), a 3.814 pessoas, a bordo de 1.724 veículos. Somente três foram encaminhadas para atendimento médico, por apresentarem sintomas de Covid-19, conforme relatório da Vigilância Sanitária de Cuiabá. Com isso, 20.276 pessoas foram abordadas ao longo de seis dias da medida tomada pela Prefeitura de Cuiabá como forma de conter a proliferação do novo coronavírus, causador da Covid-19.

Na BR-163/364, saída para Rondonópolis, passaram pela barreira nesta segunda-feira (13), 1.252 pessoas em 522 veículos, sendo 489 carros/caminhonetes, dois caminhões, 28 motocicletas, três micro-ônibus/vans/ônibus.

Na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), que liga a capital a Chapada dos Guimarães, foram 931 ocupantes de 437 veículos, divididos em 412 carros/caminhonete, um caminhão, 23 motos e um ônibus.

Já na Rodovia Helder Cândia, (MT-010), saída para o Distrito de Nossa Senhora da Guia, a abordagem alcançou 928 pessoas a bordo de 411 veículos, sendo 396 carros ou caminhonetes, um caminhão, 12 motos, dois micro-ônibus/van/ônibus.

Por último, pela barreira instalada na rodovia Palmiro Paes de Barros (MT-040), saída para Santo Antônio do Leverger, passaram 703 condutores e passageiros de 354 veículos, dos quais 304 eram carros/caminhonetes, três caminhões, 45 motos, dois micro-ônibus/vans/ônibus.

As barreiras sanitárias acontecem nessas rodovias até esta quarta-feira (14), das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Nas abordagens são efetuadas a aferição da temperatura corporal dos condutores e passageiros de veículos, aplicação de um questionário junto aos condutores e passageiros, e desinfecção dos pneus dos veículos com cloreto de benzalcônio. Caso a pessoa apresente sintomas da Covid-19, é orientada a procurar assistência médica em uma unidade e saúde mais próxima ou na rede privada.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *