https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/07/4540c0bff4ec023544624df573ca7638-2.jpg

CASO ISABELE

Vizinha entrega à polícia roupas que estavam escondidas em sua casa; diz TV

REPRODUÇÃO

Uma moradora do condomínio Alphaville I, em Cuiabá, revela novos rumos das investigações que estão sendo comandadas pela Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) e também da Delegacia Especializada dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

A tragédia começou com um suposto disparo acidental, onde a adolescente de 14 anos Isabele Guimarães Ramos foi morta na casa do empresário Marcelo Martins Cestari.

De acordo com os novos detalhes, apontam um possível disparo proposital.

Segundo relato da moradora, que não teve o nome revelado, prestou depoimento na Deddica e revelou que um dia após o crime, encontrou em sua residência roupas femininas pertencentes a adolescentes.

A mulher acabou entregando o material para a polícia realizar a pericia. O filho da vizinha seria o namorado da irmã da autora do disparo.

A informação foi noticiada no jornal MTTV 1, da TV Centro Américana manhã desta quarta-feira (29).

Partindo destas novas coletas, a investigação caminha agora para descobrir de quem são as roupas entregues pela testemunha e se houve uma provável troca de roupa para alegar uma possível inocência da suspeita de ter matado Isabele.

De acordo com a mãe da adolescente morta no local, também afirmou durante entrevista ao jornal que, na noite do crime, vários adolescentes estavam no imóvel.

Ainda segundo a mãe, quando chegou à casa, encontrou sua filha no banheiro, com o empresário Marcelo Cestari fazendo massagem cardíaca.

Segundo ela, ao perguntar se a filha estava viva, ele teria pedido para que ela verificasse o pulso da adolescente. Sem coragem de consultar o pulso de Isabele, Patrícia pegou sua cabeça, percebendo naquele momento que Isabele tinha levado um tiro.

O caso segue sendo investigado.

ENTENDA O CASO

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 29 de julho de 2020 às 17:48:27
  • 29 de julho de 2020 às 17:47:31