https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/07/presidente-da-camara-dos-deputados-rodrigo-maia-ao-lado-do-ministro-da-economia-paulo-guedes-em-evento-do-lide-em-campos-do-jordao-sp-1585336448797_v2_1920x1080.jpg

NOVO TRIBUTO

Maia: “Daqui a pouco vão dar nome em inglês à CPMF para enrolar sociedade”

REPRODUÇÃO

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ironizou nesta quinta-feira (30/7) a tentativa do ministro da Economia, Paulo Guedes, de recriar uma “nova” Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

O parlamentar afirmou que, daqui a pouco, o governo federal vai dar um nome em inglês ao imposto para “enrolar a sociedade”.

“Minha crítica não é se é CPMF, se é microimposto digital, se é um nome inglês para o imposto para ficar bonito, para tentar enrolar a sociedade. Minha tese é a seguinte: nós vamos voltar à mesma equação que foi de 1996 a 2004, 9% de aumento da carga tributária”, disse, durante seminário virtual Indústria em Debate.

Para tentar mitigar o impacto econômico da crise do coronavírus, Guedes tem defendido a desoneração da folha de pagamento para a criação de novos empregos.

Mas, em troca, quer taxar transações digitais. O tributo não leva o nome de “CPMF”, mas, na prática, seria equivalente ao antigo imposto.

“Com um PIB [Produto Interno Bruto] de R$ 7 trilhões… R$ 600 bilhões, para que? Para que a sociedade está contribuindo com mais R$ 600 bilhões para o Estado brasileiro? Melhorou a qualidade da educação? Da saúde?”, questionou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 30 de julho de 2020 às 19:50:46
  • 30 de julho de 2020 às 19:48:21