https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/03/Taques2-1.jpg

POR UNANIMIDADE

TRE reprova contas da campanha de 2018 do ex-governador Pedro Taques

Reprodução

O ex-governador de Mato Grosso, Pedro Taques (SD), teve suas contas eleitorais, do pleito de 2018 de sua candidatura à reeleição, reprovadas por unanimidade pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (06).

A principal irregularidade encontrada foi a não comprovação das despesas de R$ 2.240.479, sendo que R$ 1.442,147, seria oriundo do seu antigo partido, o PSDB nacional, mas que não especificou a fonte desse dinheiro.

O relator do processo, juiz Sebastião Monteiro apontou que não houve regularização de dívidas da campanha, que correspondem a 46,65% dos valores gastos no pleito pelo candidato. Pedro e Rui podem recorrer da decisão.

Há ainda a informação que o candidato e seu vice não detalharam a regularização de R$ 647 mil junto à justiça eleitoral que seria referente a pagamento de credores.

Por fim, Sebastião apontou, e o pleno aprovou que Taques e o então candidato a vice-governador Rui Prado (PSD) recolham ao Tesouro R$ 2 mil referentes a recursos de origem não identificadas, além de R$ 356,43 referentes a impulsionamentos de conteúdos no Facebook.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 7 de agosto de 2020 às 12:01:25
  • 7 de agosto de 2020 às 11:59:06