https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/08/WhatsApp-Image-2020-08-13-at-08.00.31.jpeg

FUMAÇA NO AR

Prefeitura de Cuiabá estuda decretar emergência por conta das queimadas

Leonardo Mauro / Mato Grosso Mais

O prefeito Emanuel Pinheiro está estudando decretar situação de emergência em Cuiabá por conta das constantes queimadas e do tempo seco na Capital. A medida se faz necessária pois facilita a aquisição de equipamentos e aumento do pessoal que compõe a Defesa Civil municipal, que somente em agosto já atendeu a mais de 25 queimadas urbanas.

Neste ano, o período de estiagem começou mais cedo e, da segunda semana de julho a primeira semana de agosto, a Defesa Civil municipal já atendeu a mais de 50 ocorrências de queimadas urbanas, o que resultou em autos de infração que chegam a quase R$ 2 milhões. De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), de julho para cá, foram registradas mais de 1.550 chamadas de queimadas urbanas na capital.

Há cerca de dois meses e meio não chove em Cuiabá. E o diretor da Defesa Civil municipal, José Pedro Ferraz Zanetti, alerta que a situação pode piorar pois a estiagem mais crítica ocorre no início de setembro. Segundo ele, a falta de conscientização das pessoas que ateiam fogo, o calor, o tempo seco e o vento são fatores podem levar a desastres ambientais, como o que se registrou na terça e na quarta-feira (11 e 12 de agosto) na rodovia Helder Cândia (MT-010). Na quarta-feira (12), brigadistas da Defesa Civil municipal chegaram ao local por volta de 10h30 e só saíram de lá após as 18h. Corpo de Bombeiros e funcionários de empresas particulares também trabalharam em conjunto para conter as chamas.

Nesta manhã de quinta-feira (13), eles retornaram para verificar se não há mais focos de incêndio e fazer imagens georreferenciadas, que servem de base para o auto de infração contra os proprietários dos terrenos atingidos.

José Pedro Zanetti alerta que nesta época de seca, qualquer fagulha pode ser levada pelo vento para outra localidade e se tornar uma queimada novamente. Por isso, pede a conscientização das pessoas para que não joguem bitucas de cigarro, não queimem lixo, não ateiem fogo em terrenos baldios e cuidem de sua saúde para evitar problemas respiratórios, que agora se agravam pelo tempo seco e pela pandemia de Covid-19.

Também na manhã desta quinta-feira (13), a Defesa Civil de Cuiabá atende a uma queimada na região de São Gonçalo Beira Rio.

As imagens abaixo mostram os brigadistas combatendo o fogo na região da Estrada da Guia, na terça-feira (11).

Leia mais sobre o assunto

Baixada cuiabana amanhece com céu coberto por fumaça nesta quinta-feira

Vídeo flagra momento em que helicóptero pega água da piscina do Brasil Beach para apagar incêndio

Veja Mais

3 comentários em “Prefeitura de Cuiabá estuda decretar emergência por conta das queimadas”

  1. Elidene Ruth Rodrigues disse:

    A sociedade quer ver a prática,chega de conto da caroxinha,é queimada ,é lixo é ,buracos,,aq proximo ao linhao de jardim Araçá so lixo,e la beira ,o cara traz calhambeque cheio,joga e queima.Venham aq

  2. Henrique Dias disse:

    Acredito que o Prefeito tem de ser mais pragmático. Não deve ficar muito tempo pensando, estudando etc. Tudo isso atrasa o ” time” certo de ações de combate. Tá muito devagar xomano!!!

  3. Luiz disse:

    E só prender os irresponsáveis por essa medidas descabidas. Que sao os migrantes da região Sul. Ao invés de dar apoio à eles mas eleicoes e puxar os sacos deles prefeito acorda.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 13 de agosto de 2020 às 17:36:08
  • 13 de agosto de 2020 às 15:44:00