https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/05/so1-.jpg

ACÃO RÁPIDA

Policiais prendem em flagrante dupla que assaltou promotora

PJC-MT

Dois homens foram presos em flagrante neste sábado (03.10), por policiais civis da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf) por roubo majorado praticado contra uma mulher, em um ponto de ônibus, no centro da cidade. Os policiais recuperaram parte dos pertences da vítima e durante as diligências também aprenderam aparelhos celulares sem comprovação de origem lícita.

A delegacia, assim que foi comunicada, iniciou diligências para esclarecer o roubo ocorrido em uma parada de ônibus, no centro de Várzea Grande. A vítima de 35 anos, que trabalha como promotora de vendas de cartões de transporte, informou que estava no ponto de ônibus na manhã de sexta-feira quando foi homens armados, em uma motocicleta, a renderam e sob ameaças roubaram dinheiro, aparelho celular, envelopes da AMTU e uma bolsa com pertences e documentos pessoais.

Mesmo diante da abordagem ameaçadora, a mulher conseguiu anotar a placa da motocicleta. Com base nas informações repassadas pela vítima, a equipe da DERF de Várzea Grande iniciou as diligências e constataram que a dupla usou fita adesiva para adulterar o sinal identificador do veículo. O  proprietário da motocicleta foi identificado e informou ter emprestado o veículo para um amigo, que teria dito que precisava distribuir currículos à procura de emprego.

Os policiais conseguiram localizar os dois suspeitos, que confessaram o roubo e com eles foi encontrada parte do dinheiro. Conduzidos à delegacia, eles alegaram terem gasto o restante do dinheiro roubado e que venderam o aparelho celular da vítima a uma loja.

Em diligências na loja de um centro comercial popular, os policiais checaram que o aparelho roubado foi adquirido pelo proprietário do local pelo valor de R$ 250,00.  Além do aparelho roubado da vítima, na loja os policiais apreenderam mais sete celulares e algumas carcaças de outros que não tinham documentos de comprovação da origem lícita.

A dupla que praticou o roubo declarou que os demais objetos foram jogados em um matagal, onde os investigadores localizaram apenas os envelopes utilizados pela AMTU. As roupas utilizadas pela dupla no momento do crime também foram apreendidas.

Os dois foram reconhecidos pela vítima, que informou que durante o roubo um deles, demostrando bastante agressividade, ordenou ao comparsa que a matasse, mesmo após ela entregar tudo que tinha.

Conforme levantamento da Derf Várzea Grande, a dupla tem diversas passagens criminais e é considerada de alta periculosidade. Um deles tem três registros criminais por roubo e seu comparsa tem dez registros criminais também por roubo, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, associação criminosa armada e receptação.

Após serem interrogados, os dois suspeitos foram autuados em flagrante por roubo majorado pela delegada Elaine Fernandes e depois encaminhados para a unidade prisional de Várzea Grande, onde ficarão à disposição da Justiça.

A investigação da Derf prossegue para indetificar a oriegm dos celulares apreendidos na loja e o responsável pela suposta receptação.

 PJC

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 5 de outubro de 2020 às 11:40:56
  • 4 de outubro de 2020 às 01:23:42