https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/10/cdl-divulgação-1.jpg

CDL CUIABÁ

Pesquisa mostra que renda familiar diminui devido a pandemia

Divulgação

Este é mais um dado apontado na pesquisa feita pela CDL Cuiabá através do seu núcleo de inteligência de mercado com a população após o retorno das atividades econômicas. Neste bloco do levantamento, está a relação dos entrevistados com a COVID-19, apontando que 57,7% concordam que em sua família a renda financeira diminuiu devido a pandemia, enquanto que 90,3% diz não ter perdido o emprego. A média percentual de diminuição da renda foi de 44,0%.
A pesquisa buscou analisar também a geração que mais sofreu com a diminuição da renda. O resultado indicou a GERAÇÃO X (de 41 a 55 anos), somando 66,7% dos entrevistados. Quanto aos que se mantiveram empregados, 93,6% foram da geração Z (até os 25 anos).
Outro ponto apurado pela pesquisa foi se a população tem procurado completar sua renda com uma atividade informal. Foram 20,3% respondentes que disseram que possui uma atividade informal para completar ou ganhar sua renda mensal.
“Com a quarentena obrigatória, 48,8% dos empregadores em Cuiabá precisaram suspender contratos de trabalho e/ou reduzir a carga horária dos trabalhadores, essa medida ajudou a reduzir o número de demissões, porém foi inevitável a redução da renda. Com o retorno das atividades empresariais, gradualmente a renda está retornando ao mesmo patamar de antes da pandemia, inclusive acreditamos que até o fechamento do ano, boa parte das pessoas que perderam os seus empregos, conseguirão retornar a ter uma renda mais sólida”. Além disso, é o importante relatar a necessidade de termos um planejamento financeiro pessoal mais estruturado nas famílias, sabemos que o consumo é fundamental para movimentar a economia, porém é importante que as compras sejam mais conscientes”, avaliou Granja.
ENTREVISTADO X MEDIDAS DE BIOSSEGURANÇA
97,3% concordam que utilizam diariamente máscaras e álcool gel ou 70%. Já 87,7% concordam que estão mantendo distanciamento de familiares e amigos que moram em outros lugares. 55,3% dos entrevistados concordam que pessoas conhecidas ou parentes contraíram a covid-19. 48,7% dos entrevistados discordam que tem aumentado o seu medo de
sair de casa. Segundo a pesquisa, a geração que tem mais medo de ir às ruas é a X (De 41 a 55 anos).
“É importante destacar que o consumidor tem percebido que o comércio está preparado para recebê-los, esse percentual chega a 98,7%, melhorando o nível de confiança para ir às compras. A população está muito mais consciente, mas é claro que não podemos entrar em nenhuma zona de conforto, ainda não temos a vacina e a pandemia está presente em nossas vidas, o nosso papel como indivíduo precisa ser mantido com a conscientização necessária referente as medidas de biossegurança, principalmente evitar aglomerações, utilizar máscara e higienizar constantemente as mãos.”, lembrou Granja.
PERFIL DOS RESPONDENTES
A pesquisa ouviu 300 pessoas nas principais regiões de comércio de Cuiabá, sendo 51% dos entrevistados do sexo feminino, e a idade média geral de 39 anos. A maioria deles possuía ensino médio (63%) e era casado.
Dos respondentes 45% eram funcionários de empresas privadas e 28% prestadores de serviços/autônomos, e ainda 7% eram funcionários públicos. A renda familiar mensal de 42% dos entrevistados ficou na faixa entre R$ 1501 e R$ 3000 reais.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 6 de outubro de 2020 às 17:58:41
  • 6 de outubro de 2020 às 17:57:47