https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/07/bce99221814ff9e3228695cbf804a9a3.jpg

OITIVA NA ALMT

TJ acata interpelação de delegado-geral para Emanuel explicar denúncia

Davi Valle

O desembargador Gilberto Giraldelli, da Turma de Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), acatou interpelação do delegado-geral da Polícia Judiciária Civil, Mário Dermeval Arvechia de Resende, e deu prazo de 10 dias para que o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro esclareça afirmações imputando ao delegado “a conduta de, numa manobra política, pressionar os delegados Lindomar Tóffoli e Anderson Veiga a agilizar uma investigação específica contra um vereador da base de apoio ao gestor municipal”.

Em dezembro de 2019, Emanuel protocolou uma denúncia na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para que fosse investigado um suposto uso político da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) para prejudicá-lo.

De acordo com a denúncia, o delegado-geral  teria pressionado os dois delegados para instaurarem processos investigatórios sobre denúncia de suposta compra de votos dos vereadores em processo de cassação do mandato do vereador Abílio Júnior, seu opositor.

Porém, mesmo depois de nove meses o prefeito comentou que até não havia recebido nenhuma resposta da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Conforme a decisão, o despacho permaneceu paralisado na Secretaria da Turma de Câmaras Criminais Reunidas em decorrência das medidas temporárias de prevenção ao contágio pelo covid-19. Agora, o prefeito será ouvido pelo Legislativo estadual.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 6 de outubro de 2020 às 17:56:21
  • 6 de outubro de 2020 às 17:54:58