https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/10/a09f0c056cae83b0a27cb6f399881f31.jpg

IMAGENS FORTES

Vídeo mostra lutador de MMA espancando jovens no meio da rua

Reprodução

O lutador de MMA conhecido como Márcio Pedra e mais dois amigos estão sendo acusados de agredir jovens, na madrugada de sábado, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Um dos agredidos, Allex Mazzochi, divulgou os vídeos da agressão em seu Instagram e relatou sobre a briga.

De acordo com Allex, a confusão começou quando ele e os amigos passaram em frente ao bar que o lutador estava com amigos e Márcio questionou um deles, de 17 anos, se alguém queria “tampar na porrada?”. Ainda segundo Allex, logo após o jovem responder, o lutador de MMA e os amigos já foram em direção aos grupo de amigos e começou a agressão.

“Mais ou menos cinco homens de idade aparentemente entre 28 e 40 anos com orelhas inchadas, ‘marca de lutador’, começaram a agredir meus amigos, e eu por vez tentando tirar meu amigo do meio, onde tomei o primeiro soco do amigo dele e me defendi, a partir daí optei por separar para tirar meu amigo”, relatou Allex

Allex ainda contou que tentou tirar o amigo do meio da briga, e após levantar, ele estava parado e sem reagir as agressões quando tomou um soco no rosto.

“Tentei tirá-lo [o amigo], e ele levantou, e mesmo eu parado sem reagir ele me deu um soco na cara sem dó. Logo após, meu amigo conseguiu sair, até que o agressor o encurralou na parede e junto com seus amigos eles deram socos, chutes e ele levantava, eles derrubavam e isso se repetiu por mais ou menos três vezes”, contou.

O jovem ainda relatou que além das imagens gravadas, Márcio ainda o agrediu com um soco nas costas.

“Tiraram o lutador Márcio Pedra de lá e aí acaba o vídeo, mas não a agressão. Eu estava indo pelo posto com um segurança do bar quando o lutador Márcio me deu um soco na nuca pelas minhas costas e eu caí na mesma hora, aí ele chutou o meu rosto e logo em seguida ele e seus amigos começaram a me chutar”, escreveu Allex.

Em nota, a Polícia Civil informou que a ocorrência foi registrada na 52ª DP (Nova Iguaçu) e as investigações estão em andamento. A equipe da delegacia espera ouvir o autor nos próximos dias.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 6 de outubro de 2020 às 13:48:43
  • 6 de outubro de 2020 às 13:47:37