https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/10/1_000_8t26vb-20180129.jpg

ELIMINATÓRIAS

Neymar comanda virada sobre o Peru, ultrapassa Ronaldo e mantém 100% do Brasil

Neymar passou em branco na goleada por 5 a 0 sobre a Bolívia, na Neo Química Arena, não contra o Peru.

Na vitória, de virada, por 4 a 2 sobre o Peru, em Lima, o camisa 10 comandou a Seleção com três gols.

Richarlison marcou o outro gol do Brasil, que segue com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no Catar. Com os três gols marcados, Neymar passou Ronaldo e, agora, com 63, só está atrás de Pelé com a Amarelinha.

Com rostos conhecidos do torcedor brasileiro, casos de Yotún, ex-Vasco, Trauco, ex-Flamengo, e Advíncula, ex-Ponte Preta, a seleção peruana fez valer o mando de campo nos primeiros minutos de bola rolando.

Aos cinco, Carrillo aproveitou a bola mal espirrada por Marquinhos e acertou uma bomba no canto direito, sem chances de defesa para Weverton.

Machucado, o zagueiro saiu pouco depois para a entrada de Rodrigo Caio e não viu, do gramado, Firmino quase empatar. Mérito para a grande defesa de Gallese.

Um problema recorrente, mesmo com a goleada por 5 a 0 sobre a Bolívia, na sexta-feira, faltou velocidade na transição.

Philippe Coutinho, mais uma vez, teve dificuldade para executar a função e não contou com o apoio de Casemiro e Douglas Luiz, muito recuados, na missão.

Com paciência e no ritmo ditado por Neymar, a Seleção foi à frente. Aos 25, ele converteu, com muita categoria, o próprio pênalti sofrido.

O gol anulado, após a marcação de impedimento de Richarlinson, impediu a virada, novamente com outro gol do camisa 10. Assustado com a blitz, a seleção peruana controlou o jogo até o fim do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, no entanto, colocou as mangas de fora logo no início. Weverton fez grande defesa para evitar o gol de Trauco. Mas o goleiro nada pôde fazer para defender a finalização de Tapia, aos 13.

O desvio em Rodrigo Caio foi fatal, mas a falha começou na falta de marcação na bola aérea via cobrança de lateral.

Na falta de velocidade, o Brasil chegou ao empate, mais uma vez na bola parada. Da cobrança de escanteio de Neymar, Firmino desviou para Richarlison empatar, aos 18.

Tite resolveu mexer para potencializar a saída de bola com Everton Ribeiro e Everton Cebolinha no lugar de Coutinho e Firmino.

‘Caçado’ em campo, Neymar foi derrubado por Zambrano dentro da área. Na cobrança de pênalti, ele virou para o Brasil, aos 37. Foi o 63º gol do atacante pela Seleção, que ultrapassou Ronaldo, com 61, e agora está atrás apenas de Pelé, com 77.

Na boa jogada de Cebolinha e Everton, que acertou a trave, Neymar, livre, aproveitou o rebote para marcar o terceiro no jogo e o quarto do Brasil.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO