https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/10/america-3582772_960_720-768x528-1.jpg

POLÍTICA

China diz que EUA estão intimidando outros países

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China disse nesta sexta, 23, que os Estados Unidos estariam intimidando outros países para tomarem partido sobre as relações com a China , mas que esses esforços não vão ter sucesso. Nesta semana,  a relação das duas potências ficou ainda mais tensa com a manifestação de apoio do presidente Jair Bolsonaro à reeleição do presidente Donald Trump.

Para o comentarista Miguel Daoud, o tema é delicado e, dependendo de como o Brasil agir poderá criar inimizade com uma das potências por “posicionamentos diplomáticos e políticos que não teriam sentido nenhum neste momento”.

“A China mudou o foco de sua política econômica. Ela continua comprando alimentos mesmo na crise e vai continuar por alguns anos. Se pegarmos hoje o PIB mundial, os EUA demandam 1/4 desse PIB. Imaginem, agora,  a China crescendo como está, tendo como paridade de PIB maior do que os EUA, ou seja, o poder de compra chinês já é maior do que o americano”, disse.

Segundo Daoud, a China vai determinar o consumo mundial pela dimensão da sua economia e pela dimensão da sua população. “A China é importante. Mas nós não estamos preparados para atender essa demanda, porque não temos o mapeamento geográfico do que vamos produzir. Essa demanda vai continuar, vai faltar produto internamente e o governo não tem outra saída a não ser isentar as importações”, completou.

Sobre as questões políticas, Daoud diz que muitas discussões são inúteis. “Temos pela frente um cenário muito otimista por um lado e problemas gravíssimos para o pagamento das nossas contas. O conjunto de tudo isso é que não teremos condições de atender toda essa demanda”, falou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 26 de outubro de 2020 às 11:41:18
  • 25 de outubro de 2020 às 03:00:54