https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/11/pedro-taques-692x360-e1537807516177.png

CASO MARIANA FERRER

Taques classifica como absurdo promotor falar em estupro culposo

Reprodução

Diante da invocação jurídica do caso Mariana Ferrer, o candidato ao Senado Pedro Taques (Solidariedade) manifestou perplexidade com a inovação jurídica do promotor Thiago Carriço de classificar como estupro “culposo” a violência sofrida pela mulher.

“Não bastasse essa decisão absurda, a audiência mostra imagens deploráveis, com comentários machistas da mais cruel humilhação à vítima. Uma verdadeira excrescência jurídica”, disse o candidato que é professor de direito constitucional e foi relator da reforma do Código Penal.

Taques se solidarizou com a vítima e lembrou que estupro é crime hediondo. “É nojento. Minha solidariedade a todas as mulheres que passam por esse trauma e violência”, destacou.

O candidato lembra que senador atuou no pela aprovação da Lei do Feminícidio, homicídio praticado contra a mulher somente pelo sexo. “A mulher merece respeito, o lugar de mulher é onde ela quiser estar”, completou.

Sobre o caso de Marina Ferrer, Pedro Taques foi alertado por sua filha, a estudante de medicina Renata Taques.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 3 de novembro de 2020 às 20:49:08
  • 3 de novembro de 2020 às 20:47:51