https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/11/Flavio-Bolsonaro-Foto-Mateus-BonomiAgif-Folhapress-scaled.jpeg

CASO QUEIROZ

Flávio Bolsonaro é denunciado por peculato e lavagem de dinheiro

Mateus Bonomi/ Agif /Folhapress

Depois de mais de dois anos de investigação do Ministério Público do Rio, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) foi denunciado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As informações são do Estadão.

A denúncia se dá no âmbito do Caso Queiroz, o processo das “rachadinhas” supostamente praticadas pelo filho do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), quando Flávio era deputado estadual. O MP ainda fala em apropriação indébita.

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio, apontado como operador do esquema também foi denunciado, junto de outros 15 ex-assessores. Caso a Justiça aceite a denúncia, o filho de Bolsonaro e seus ex-assessores virarão réus.

Queiroz atualmente está em prisão domiciliar após passar menos de um mês detido em Bangu, quando conseguiu ir para casa por meio de um habeas corpus.

O ex-assessor de Flávio foi encontrado numa casa do ex-advogado do senador, Frederick Wassef, em Atibaia (SP). Segundo o MP, essa seria uma das provas de que o grupo buscava esconder as investigações.

Desde 2018, o Ministério Público apura o suposto esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio, no qual assessores repassariam parte de seus salários para o parlamentar por meio de Queiroz, seu operador.

A Promotoria revelou, ao longo das apurações, que há indidícios de que o senador e ex-deputado teria lavado dinheiro por meio de imóveis e de uma loja de chocolates franquia da rede Kopenhagen.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 4 de novembro de 2020 às 12:29:05