https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/01/WhatsApp-Image-2021-01-15-at-15.19.01.jpeg

EXAME NACIONAL

Senador Carlos Fávaro defende adiamento do Enem

Da assessoria

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) defendeu o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) marcadas para este e para o próximo domingo (17 e 24 de janeiro). Para o parlamentar, a situação do país, vivendo uma nova onda de casos da pandemia da Covid-19, faz com que a manutenção do exame coloque em risco a vida de milhões de pessoas entre estudantes, profissionais responsáveis pela aplicação dos testes e familiares.

Fávaro ressaltou que ouviu do secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, um prognóstico preocupante com o aumento no número de casos, internações e mortes e que isso é um motivo forte o suficiente para que o Enem seja adiado. “O Brasil já sente os efeitos do colapso do sistema de saúde no Amazonas, em especial em Manaus, e não podemos deixar nem que esta situação se estenda e nem que ela se repita em outros estados. O momento exige cautela”.

Por conta deste panorama, Fávaro se reuniu nesta sexta-feira (15) com a deputada federal Rosa Neide (PT-MT), que também manifestou a mesma preocupação e defende o adiamento do exame. “Vamos trabalhar para que a aplicação das provas seja adiada até um momento mais seguro, porém, assegurando aos estudantes o acesso ao Ensino Superior”, pontuou o senador.

Calendário – No ano passado, Fávaro foi o relator da Medida Provisória 934/2020, que fez ajustes no calendário escolar por conta da pandemia da Covid-19. O texto previa que o Ministério da Educação deveria ouvir as secretarias estaduais para definir a data do Enem e que tanto o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) quanto o Programa Universidade para Todos (Prouni) deverão ter seus processos seletivos compatíveis com a divulgação do resultado das provas do exame.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *