https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/02/afeaee3ac496f7ba6f7b38a7e72ca5c7-e1549046178649.jpg

OBRAS PARALISADAS

Ulysses pede informações sobre Centro de Eventos em Tangará da Serra

João Vieira

O deputado Ulysses Moraes fez um requerimento de informações a Secretaria Adjunta de Turismo de Mato Grosso sobre o Centro de Eventos no município de Tangará da Serra que está com obra parada. Em outubro de 2020, o parlamentar fez uma fiscalização no local e enviou uma indicação à Secretaria Adjunta sobre o andamento das obras, mas até o momento não houve respostas.

“Desta vez, o vereador Eduardo Sanches no exercício legítimo da sua atividade fiscalizatória, nos relatou que essa construção encontra-se paralisada. É lamentável ver essa situação. Isso se tornou um verdadeiro elefante branco na cidade de Tangará da Serra. Quando estive lá fiscalizando, os moradores reclamaram muito sobre essa obra. São milhões em investimento, por isso precisamos ter mais detalhes”, disse Moraes.

O projeto do Centro de Eventos contempla até de 12 Auditórios, quatro salas de apoio, hall para exposições, banheiros, cozinha, varanda de serviço, local de carga e descarga, jardim, estacionamento e várias outras áreas.

De acordo com o Geo Obras, do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT), a obra está orçada em R$ 6.758.329,57, mas não foi concluída. Com um contrato de 2014 e início da construção em 2016, o prazo de execução inicial era de 270 dias, devendo ter sido entregue em 2017. Porém, atualmente, são mais de 1.000 dias de atrasos para conclusão deste Centro de Eventos, sem ao menos o Governo do Estado transparecer à população as reais causas da paralisação desta obra.

O município de Tangará da Serra, que se localiza a 240 quilômetros de Cuiabá tem muitos atrativos naturais, sendo forte no turismo e no agronegócio. “Se essa obra estivesse pronta poderia estar impulsionando até mesmo a economia da cidade. É uma vergonha que não tenham respondido nossa indicação. Mas, agora fizemos um requerimento questionando os motivos dessa paralisação e a previsão de retorno. Queremos uma boa resposta”, finalizou o deputado.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *