https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/02/unnamed.jpg

SEM COMPAHIA?

Bem-estar Animal disponibiliza cachorrinhos para adoção

PREFEITURA DE CUIABÁ / NAIARA LEONOR
redacao@matogrossomais.com.br

Reprodução

Aquele carinho quando chega em casa depois de um dia difícil, a companhia para o netflix, os olhinhos pidões para qualquer coisa que você tenha cozinhado, a felicidade quando você joga a bolinha. Todo esse afeto é gratuito, basta você decidir adotar um dos 10 cachorrinhos disponíveis para adoção responsável na Diretoria de Bem-estar Animal. O órgão é vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e está realizando os procedimentos de adoção por agendamento.

A atuação da Diretoria sempre foi pautada na educação da população para o cuidado com os animais, pois esta é a principal ferramenta para se combater o abandono e, consequentemente, desafogar a estrutura de abrigamento e atendimento médico desses bichinhos.

“É importante que as pessoas tenham respeito pelos animais e não maltratem, não abandonem, pois a estimativa é de que 10% dos animais do município estão nas ruas e precisamos diminuir esse percentual. Em nosso canil tratamos todos os animais resgatados com muito respeito, amor e carinho, mas eles merecem um lar para chamarem de seu, merecem ser parte de uma família”, ressaltou a direto da Bem-estar Animal, Daniele Saad.

O órgão foi implantado pela gestão Emanuel Pinheiro por sensibilidade a causa animal e mais do que isso, por reconhecer a causa como uma questão de respeito, saúde e política pública. Desde sua criação em março de 2018, a Diretoria atendeu mais de mil animais, dentre gatos e cachorros e promoveu a adoção responsável de cerca de 300 bichinhos. Além disso, foram aprovadas e estão em fase de regulamentação, seis leis municipais, sugeridas pela Bem-estar direcionadas a causa animal: Lei 436/17 de proteção aos animais, Lei 6423/19 do protetor independente, Lei 6439/ 19 do animal comunitário, Lei 6492/19 monitoramento através de câmeras em pet shop, Lei 6512/20 circulação de veículo de tração animal em vias de perímetro urbano e Lei 6549/20 proibindo animal em corrente curta.

Todos os animais são entregues para adoção já vermifugados, vacinados e castrados. Em caso de filhotes, o futuro dono assina um termo de responsabilidade se comprometendo a retornar com o animal, em período determinado, para que a Diretoria realize a castração. A medida é uma das ações do órgão para reduzir a proliferação de possíveis animais abandonados.

A Diretoria ainda enfatiza que a pessoa, ao adotar um animal assume os seguintes compromissos: atendimento das necessidades físicas, psicológicas, ambientais e de saúde do animal; prevenção de riscos que ele possa causar à comunidade ou ao ambiente, como agressão, transmissão de doenças ou de danos a terceiros. Essas e demais recomendações podem ser consultadas na Lei Complementar 463/2017.

Para agendar uma adoção, basta entrar em contato pelo telefone 0800 647 7755, de segunda a sexta, das 08h às 12h e das 14h às 18h.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 15 de fevereiro de 2021 às 20:04:27