https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/04/410b57ee3194c027546b0acd9de385e3.jpg

A SANGUE FRIO

Músico de lambadão é executado com tiro na cabeça

Reprodução

Odimar Santana da Silva, de apenas 32 anos, ex-integrante da banda de lambadão Unisom, foi executado com um tiro na cabeça em seu local de trabalho. O músico, também conhecido como “Didi”, atualmente, trabalhava como barbeiro e foi morto na noite do último sábado (10), em sua barbearia na comunidade do Faval, em Nossa Senhora do Livramento (42 km da Capital).

Segundo informações, Odimar cortava o cabelo de um cliente quando, em torno das 19h, foi baleado pelo assassino, o qual chegou no estabelecimento em um carro, desceu e atirou contra o rapaz, que foi atingido na parte de trás da cabeça.

Após o crime, o assassino correu de volta para o carro e fugiu. Ainda não há informações sobre as causas do assassinato.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para prestar socorro à Didi, todavia, quando a equipe de paramédicos chegou, a vítima já estava sem vida.

A Polícia Militar (PM) isolou o local e comunicou o acontecido à Delegacia de Polícia Civil e à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

Os militares tentaram encontrar o fugitivo através de rondas pela região, no entanto,  não obtiveram sucesso.

Os peritos analisaram as condições em que o corpo foi encontrado e ainda periciaram o local para coletar evidências que determinem as circunstâncias dos fatos.

Posteriormente, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), passou por exame de necropsia que vai determinar a causa clínica da morte.

O caso segue em investigação.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 15 de abril de 2021 às 20:09:42