https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/04/whatsapp-image-2020-09-03-at-08.00.32-696x480-1.jpeg

OEPRAÇÃO OVELAP

Justiça autoriza volta de ex-procurador de Cuiabá ao cargo após suspeita de desvio de recursos

Prefeitura de Cuiabá

A Justiça de Mato Grosso autorizou, nessa terça-feira (27), o ex-procurador-geral de Cuiabá Marcus Brito a retornar ao cargo após afastamento dele por ser alvo da operação Ovelap, deflagrada em setembro do ano passado. A decisão foi deferida pela juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal da capital.

Brito foi afastado na época. A operação, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR), Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime (Gaeco), apura desvios ocorridos na Secretaria de Educação de Cuiabá.

As investigações apontaram duplicidade nas licitações identificadas, fazendo com que o município pagasse duas vezes pelo mesmo serviço.

Atualmente ele segue impedido apenas de assumir o cargo de secretário municipal de Comunicação e Inovação de Cuiabá.

Brito é investigado por supostamente favorecido o sócio, o ex-secretário de Educação de Cuiabá Alex Vieira Passos, na contratação de cursinho pré-vestibular na secretaria de Inovação e Comunicação.

Ele foi nomeado secretário Municipal de Inovação e Comunicação e em setembro de 2019 foi para o cargo de procurador-geral de Cuiabá.

Com G1MT

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 29 de abril de 2021 às 17:43:28
  • 29 de abril de 2021 às 13:15:05