https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/05/51170638917_eae4871c01_c.jpg

REMÉDIOS VENCIDOS

Juca rebate Michelly e descarta complô contra sua gestão

Carol Siqueira

O presidente da Câmara municipal de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (MDB), rebateu as críticas da vereadora de primeiro mandato, Michelly Alencar (DEM) e a chamou de surda e disse que ela está somente procurando uma forma de aparecer, “para ter o que falar”, e, ao mesmo tempo, disse que não vê nenhuma articulação da oposição para minar e destruir a sua gestão como presidente do parlamento.

“Ela não foi ouvida por que ela não quis, talvez, ou ela seja surda, por que na relatoria nós respeitamos o regimento interno. Ela sequer quis participar, ela não quis participar de nada, nem como suplente, nem como membro da comissão dessa Comissão Parlamentar de Inquérito”, declarou Juca na noite desta segunda-feira (10), na inauguração do viaduto Murilo Domingos.

A comissão criada para investigar os medicamentos vencidos, será presidida pelo vereador Lilo Pinheiro (PDT), tendo como relator o vereador Marcus Brito Jr. (PV) e como membro o vereador Marcos Paccola (CIDA). Ficaram na suplência os vereadores Dr. Luiz Fernando (REPU), 1º suplente Kássio Coelho (PATR), 2º suplente e Cezinha Nascimento (PSL), 3º suplente.

Michelly falou que a oposição não foi ouvida e foi patrolada já que ela queria que o relator da CPI fosse uns dos vereadores que fez a fiscalização e descobertas dos medicamentos vencidos.

Já o presidente disse que foi respeitado o critério das bancadas, previsto no regimento interno. “Eu acredito que é motivo pra ter o que falar, essa presidência faz tudo para mostrar a maior transparência possível”.

A CPI dos medicamentos vencidos foi instaurada depois que um grupo de vereadores composto por Diego Guimarães (Cidadania), Michelly Alencar (DEM), Paccola (Cidadania) e Maysa Leão (Cidadania) constataram ‘in loco’ a presença de remédios fora do prazo de validade estocados em um depósito da Secretaria de Saúde.

União parlamentar

Mesmo com alguns desencontros e desentendimentos, Juca do Guaraná disse que a nova roupagem da Câmara de Cuiabá se dá na sua gestão, por ele ouvir todos os vereadores, mesmo com os segmentos diversos de cada parlamentar e não vê nenhuma articulação da base de oposição para tira-lo da principal cadeira do parlamento municipal.

“Não, não vejo, muito pelo contrário, eu estou vendo muita parceria de todos os vereadores, um com mais apoio, outros com menos vontade, mas, todos tem apoiado indistintamente”, disse o emedebista.

E referente ao chefe do Executivo Municipal perante a Câmara, Juca disse que, “quando o vereador vai ao sétimo andar, ele não vai reivindicar nada pra ele pessoal, ele vai reivindicar para o bem da sua região, bem da sua cidade“, e é muito bem atendo pelo prefeito.

“O Emanuel tem atendido as demandas dos vereadores, não só da base, pode olhar o Instagram da vereadora Michelly (Alencar), direto ela está postando uma ação, uma indicação atendida de antes e depois, isso mostra o que prefeito atende a população cuiabana”, finalizou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 11 de maio de 2021 às 20:28:25