https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/06/30435c337861962d8317a29e985c785a.jpg

REGIÃO CENTRAL

Comitê analisa reconfiguração do Mercado Municipal

Luiz Alves

O Comitê Gestor do Programa PPP/Cuiabá dialoga sobre acessibilidade nas propostas de reconfiguração do Mercado Municipal e dos estacionamentos da região central de Cuiabá. A preocupação da equipe técnica é de que o modelo a ser escolhido atenda às necessidades das Pessoas com Deficiência, de acordo com a legislação brasileira e que os equipamentos urbanos promovam a inclusão e possam ser utilizados por todos com segurança e autonomia.

O estudo está sendo submetido a avaliação do Comitê Gestor do Programa PPP/Cuiabá, presidido pelo prefeito Emanuel Pinheiro e formado por profissionais das secretarias de Gestão e Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, além da Procuradoria Geral do Município, Secretaria de Mobilidade Urbana, Planejamento, Fazenda e IPDU.

 “O foco da nossa gestão são as pessoas, investir em obras que mudem a vida de quem mora em Cuiabá. A vida de todos. Por isso, pensar em acessibilidade é essencial quando falamos de uma estrutura tão significativa para Cuiabá. O Mercado Municipal é um ícone da cuiabania e é preciso que todos sintam-se em casa quando o visitarem e que possam circular com segurança e autonomia por sua estrutura e também pelos estacionamentos”, disse o prefeito de Cuiabá.

Em reunião por videochamada no último dia 02 de junho, foram apresentados relatórios preliminares e técnicos, produzidos pela equipe até o momento. O secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo enfatizou a importância de se cumprir o cronograma estabelecido, mas também de rever todos os detalhes das propostas, verificando se as necessidades da população serão atendidas.

“Além de analisarmos as propostas apresentadas, temos que pensar sempre em quem vai fazer uso desses equipamentos públicos, no bem-estar da população. E temos que pensar de forma global, promovendo a inclusão, a acessibilidade, pensar os mínimos detalhes antes de apresentar as propostas nas audiências públicas”, disse Vuolo.

O estudo técnico, jurídico, econômico e financeiro para a obra de revitalização possui quatro cenários. A apresentação oficial para imprensa e público foi realizada no dia 16 de abril pela empresa Promulti Engenharia, Infraestrutura e Meio Ambiente, habilitada em Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) aberto pela Prefeitura de Cuiabá em dezembro de 2019.

Em encontros anteriores, foram apontadas análises sobre estrutura física, logística, detalhes do edital de concessão e até mesmo escolha de materiais para realização da obra, pensando no clima e solo da capital de Mato Grosso.

Além das reuniões, também é uma condicionalidade a realização de audiência pública para debate junto à população. Todas as modificações, sugestões e críticas serão avaliadas pelo Comitê, e o que for acatado, alterado.

A expectativa, seguindo os trâmites burocráticos legais, é de que em 30 de julho, a Prefeitura de Cuiabá, publique o edital.  Passando o prazo legal, a execução das obras de revitalização do Mercado Miguel Sutil, com três pavimentos e requalificação urbana nas regiões das praças Alencastro e Ipiranga, iniciem em setembro de 2021, com meta de prazo para término em meados de 2023.

Estavam presentes na reunião o secretário de Planejamento, Zito Adrien, secretário-adjunto de Tesouro, Eder Galiciani, secretário-adjunto de Gestão, Alexandre Beloto, superintendente do Instituto de Planejamento Urbano, Marcio Puga, secretário-adjunta de Mobilidade Urbana, Adrielle, a coordenadora do grupo de trabalho, Priscila Berber, além de técnicos da Prefeitura de Cuiabá e da empresa responsável pelo estudo, a Promulti.

Dúvidas e informações sobre Programa PPP/Cuiabá podem ser encaminhas ao email comitegestor@cuiaba.mt.gov.br

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 8 de junho de 2021 às 16:39:11
  • 8 de junho de 2021 às 16:32:44