https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/06/8g2d97r4exg4m7dfhjj0ea6n3.jpg

Governo de MT - MT Mais Social - Setembro

ENTENDA

Itália recomenda doses da AstraZeneca apenas para maiores de 60 anos

reprodução

O Comitê Técnico-Científico (CTS), o Ministério da Saúde e o Comissariado para a Emergência da Covid-19 da Itália realizaram uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (11) para esclarecer questões sobre as vacinas usadas no país e sobre a campanha de vacinação em andamento após uma série de polêmicas com governadores e com a população em geral.

Segundo o coordenador do CTS, Franco Locatelli, a recomendação é que as doses da Vaxzevria, da Universidade de Oxford e AstraZeneca, seja reservada para pessoas com 60 anos ou mais.

Para quem tem menos de 60, o indicado é que seja aplicado as vacinas de mRNA usadas no país, da Pfizer/BioNTech ou Moderna.

Já para aqueles que receberam a primeira dose da AZ, o CTS indica que a segunda dose também seja de imunizantes que usem o RNA mensageiro.

Locatelli afirmou que está em diálogo direto e constante com a Agência Italiana de Medicamentos (Aifa) e as demais instituições sanitárias do país para que seja feita uma reavaliação das indicações oficiais. A mudança, segundo o CTS, é por conta da constatação de que uma a cada 100 mil pessoas que receberam a Vaxzevria podem desenvolver episódios tromboembólicos.

Os casos ocorreram após a aplicação da primeira dose da fórmula e sempre em pessoas com menos de 60 anos. Como a Itália tem vacinas suficientes de mRNA, e a União Europeia não renovou a compra das doses da AstraZeneca, a medida de precaução se justificaria.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 11 de junho de 2021 às 19:13:37
  • 11 de junho de 2021 às 19:12:18