https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/07/SUCURI.png

VITAMINA D

Sucuri de dois metros toma banho de sol no Pantanal

Victor Ramalho

Tomar sol é importante para que nosso corpo recarregue a sua carga de vitamina D, mas sabia que até mesmo os animais fazem isso? No Pantanal, uma sucuri sempre volta ao mesmo lugar para deixar o astro-rei iluminar o seu corpo, mas na última vez que realizou o trajeto, alguém conseguiu fotografá-la.

Victor Ramalho é o autor das imagens, mas revela que o réptil diariamente aparece ali e encanta as pessoas, que demonstram animação ao invés de medo. Como noticiou o G1, o animal permanece tranquilo na presença dos curiosos, que também querem tomar sol, e mede cerca de 2,5 metros.

“Essa foi a primeira vez que consegui filmar ela [sucuri]. Mas sempre aparece nesse ponto para tomar sol. As pessoas ficam encantadas admirando-a”, explicou. De acordo com ele, o lago é formado após o período de cheia na região, onde fica alagado boa parte do ano e a sucuri aproveita para aquecer seu corpo.

“Ela sempre fica em um ponto mais raso do lago ou debaixo das plantas. É um animal tão incrível que as pessoas param para vê-la e ficam impressionadas. Ela [a sucuri] é bem tranquila”, concluiu.

Victor Ramalho

O autor das fotos de tirar o fôlego é funcionário de um porto do hotel ‘Passo do Lontra’, no Pantanal, e compartilhou o registro em suas redes sociais há duas semanas. Ele informou que os visitantes não podem alimentar a cobra ou interferir em seu curso, mas o hotel permite contemplar à vontade.

Características que explicam o porquê da sucuri tomar sol diariamente

As cobras são bichos com sangue frio, ou seja, absorvem o calor do ambiente e buscam tomar sol para manter a sua temperatura moderada. Apesar desses seres rastejantes se deslocarem pelo solo, apresentam hábitos aquáticos e não é difícil circularem áreas pantanosas, ou lagoas. A sucuri consegue respirar enquanto nada, pois seus olhos e narinas estão localizados na parte superior da cabeça.

Também conhecidas como anacondas, boiaçus, viborões, dentre outros nomes, são encontradas na América do Sul e podem atingir até 7 metros de comprimento. Vivem nas redondezas de rios e pântanos para se alimentar de animais que procuram esses lugares em busca de água. Elas atacam por meio da constrição!

Apesar de não serem ágeis na terra, conseguem se movimentar com rapidez dentro d’água e ficam até trinta minutos sem respirar. Porém, como vimos, elas também tiram um tempinho para tomar sol!

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *