https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/09/CAPIVARA.png

'PENSEI QUE IA MORRER'

Marinheiro atacado por capivara levou 8 pontos

Arquivo Pessoal

O marinheiro de 52 anos atacado por uma capivara no Setor de Clubes Esportivos Norte (SCEN), enquanto nadava no Lago Paranoá, levou oito pontos nas costas. Antônio Sampaio Nascimento estava trabalhando quando foi surpreendido pelo animal. Acidente aconteceu nessa segunda-feira (13/9).

A vítima contou ao Metrópoles que não percebeu que a capivara estava na água, apenas sentiu o animal subindo em suas costas. “Foi um pavor. Senti um peso grande nas costas e já imaginava que era uma capivara, porque é o que mais tem por aqui. Senti muita dor na hora e pensei que ia morrer”, relembrou Antônio que trabalha há 34 anos no local.

Imagens registradas por uma outra pessoa que estava no momento do ataque mostram o momento em que a capivara se aproxima, sobe em cima de Antônio e o morde, na região do ombro. Depois, o animal sai nadando.

Depois do animal se afastar, Antônio saiu da água e foi levado ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran) pelo motorista do trabalho. “Uma situação que eu nunca achei que aconteceria comigo. Sabia de ataques de capivara, mas nunca tinha acontecido aqui onde eu trabalho. Não sei dizer se o animal se sentiu ameaçado, não sei o motivo do ataque”, afirma o homem.

Apesar do susto, Antônio diz que não está com medo de voltar ao trabalho e que já se sente melhor. “Estou tomando antibiótico, tomei coquetel de vacinas, estou com curativo e a recuperação é em casa. Não estou com medo de voltar a trabalhar, preciso ganhar o pão de cada dia”, diz o morador de São Sebastião.

O Clube da Aeronáutica informou que estuda ações para prevenção de novos incidentes. Por meio de nota, a diretoria do estabelecimento explicou que o servidor foi prontamente atendido, conduzido a uma unidade hospitalar e passa bem.

“O clube reitera sua constante preocupação em adotar medidas relacionadas à segurança de seus empregados e associados, visando sempre oportunizar a prática de atividades sociais, desportivas, recreativas, artísticas e culturais. Sendo assim, serão estudadas ações para prevenção de novos incidentes como o ocorrido”, comunicou.

Veja Mais

Um comentário em “Marinheiro atacado por capivara levou 8 pontos”

  1. Edemir disse:

    EM BRASILIA TEM UM BICHO QUE MATA SEM CHEGAR PERTO…. É O POLÍTICO

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 14 de setembro de 2021 às 18:43:31