https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/07/WhatsApp-Image-2021-07-16-at-06_35_37-1-1.jpeg

EM PRIMAVERA

Polícia esclarece autoria de homicídio e prende dois irmãos pelo crime

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT / Ilustração

A Divisão de Homicídios da Delegacia de Primavera do Leste esclareceu um homicídio ocorrido em fevereiro deste ano e indiciou dois irmãos envolvidos no crime.

Na tarde do dia 19 de fevereiro, Ueslei Ferreira Barbosa, de 44 anos, foi abordado por um dos investigados, no bairro Parque Eldorado, e atingido a tiros, morrendo no local. A partir das investigações realizadas pela equipe da Divisão de Homicídios, os policiais civis conseguiram identificar o executor do crime, que tem 28 anos.

Com base nas informações levantadas durante a apuração, o delegado Allan Victor Sousa da Mata representou por medidas de busca e apreensão.

Os mandados de buscas foram cumpridos durante a Operação Quinto Mandamento, deflagrada em abril deste ano, e resultando na apreensão de munições, drogas e arma de fogo. O suspeito não foi preso à época porque conseguiu fugir do local e deixou a esposa para trás, que foi detida em flagrante por tráfico de drogas. As munições apreendidas eram do mesmo calibre utilizado para executar a vítima.

Prisões

Após a apreensão do material durante a operação, o delegado Allan Victor representou pela prisão temporária do suspeito. Ele foi localizado em julho pela equipe da DHPP, na zona rural de Poxoréu, com apoio de equipes da Derf e da Regional de Primavera do Leste.

Com a conclusão da investigação, a Polícia Civil apurou que o irmão do suspeito, de 24 anos, também teve participação no crime. A prisão dele foi efetuada nesta segunda-feira (27) em Primavera do Leste.

‘Diante da gravidade do crime e em razão de ambos já terem passagens criminais, foi representada pela decretação da prisão preventiva”, explicou o delegado.

Os dois irmãos foram indiciados por homicídio qualificado. O executor do crime responde por outros crimes, entre eles tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.

Com a conclusão da investigação, o inquérito foi encaminhado à Justiça. O Ministério Público ofereceu denúncia e, após manifestação favorável pela decretação da prisão, a Justiça decretou a prisão preventiva dos irmãos.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *