https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/10/ghmhm.png

'MINIMIZAR RISCO SOCIAL'

Juiz pede para o MP produzir provas da quebra de medidas da loira de Cuiabá 

DA REDAÇÃO / LEONARDO MAURO
[email protected]

Mato Grosso mais

Após a jornalista Nildes de Souza, de 37 anos, ser flagrada em bar, presa pela segunda vez, causar confusão em outro bar na região do Zero, em Várzea Grande e ir acompanhar a vitória do Dourado por 1 a 0 sobre o Leão na Arena Pantanal, o juiz João Bosco Soares da Silva da 10ª Vara Criminal de Cuiabá, entendeu que a comunicação oficial em que ela estaria descumprindo medidas judiciais não chegou.

João Bosco optou então por acionar o Ministério Público (MP) a fim de se produzir provas de forma oficial da quebra das medidas Judiciais. O magistrado quer minimizar o risco social a que ela está exposta, o objetivo é de conversar com a família e descobrir quais as necessidades necessárias para o caso.

“Assim, diante dos supostos descumprimento das medidas cautelares impostas conduzida NILDES DE SOUZA, abra-se vista dos autos ao Ministério Público, para as providências necessárias”, conta no despacho.

Ele também disponibilizará a equipe multidisciplinar do Fórum de Cuiabá para que se identifique possíveis problemas e o encaminhamento que deve ser dado neste caso.

Após audiência de custódia, Nildes de Souza teria que cumprir as seguintes medidas cautelares: Monitoramento eletrônico por meio de tornozeleira; Comprovação de endereço, proibição de mudança de endereço se aviso; Comparecimento a todos os atos do processo para informar e justificar suas atividades; Recolhimento noturno das 22 horas às 06 horas da manhã; Proibição de frequentar bares, boates e congêneres e comparecimento ao alcoolicos anônimos por seis meses.

Leia mais e veja os vídeos: Sensação do momento, Loira aparece na Arena e cai no samba; assista

Leia mais e veja os vídeos: Mulher que jogou bebida em PM é presa novamente; veja os vídeos

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 15 de outubro de 2021 às 20:43:50
  • 15 de outubro de 2021 às 19:39:23