https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2022/02/martelo_justica.jpg

ABUSO SEXUAL

Justiça inocenta empresário que dava ‘dia de princesa’ para jovens

Divulgação

A Justiça inocentou Ivomar Alves de Freitas, de 57 anos, do crime de abuso sexual contra sete jovens e adolescentes em Cuiabá. Por dúvidas sobre o caso, o juiz da 14ª Vara Criminal de Cuiabá, Jurandir Florêncio Castilho Júnior, decidiu inocentá-lo das acusações.

Ivomar foi inocentado em setembro de 2018, mas como o processo tramitava em segredo de justiça, a sentença foi divulgada em 3 de setembro pelos advogados de Ivomar.

Na decisão, o magistrado afirmou que analisou minunciosamente o caso, mas ficou convencido da existência de dúvidas sobre os fatos narrados pelo Ministério Público Estadual (MPE), autor da ação penal.

Segundo o juiz, as provas apresentadas não foram confirmadas em juízo.

O magistrado destacou que as provas usadas foram os depoimentos das meninas que o acusavam de abuso sexual. No entanto, elas só teriam sido ouvidas na fase de inquérito, ou seja, antes do processo e não testemunharam na Justiça.

“De se aplicar no caso, portanto, o princípio do in dúbio pro reo, absolvendo-se por consequência o acusado por ausência de provas suficientes para a condenação”, destacou o magistrado.

O caso

Investigações da Polícia Civil apontaram que o empresário Ivomar, então com 51 anos, atraía as vítimas oferecendo a elas “um dia de princesa”, com presentes, passeios e dinheiro em troca de relações sexuais em suítes de luxo de motel.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações à época, Eduardo Botelho, da Delegacia de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), o empresário conhecia as vítimas, todas de baixa renda, por meio de sites de relacionamento na internet.

Freitas foi preso em maio de 2015, na sede da empresa onde administrava, em Cuiabá, após três anos de investigações.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 7 de fevereiro de 2022 às 14:59:29
  • 7 de fevereiro de 2022 às 14:57:12