https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/05/covid-hospital-uti-14052021173551243.jpeg

APONTA FIOCRUZ

Cuiabá é a 4ª capital com maior taxa de ocupação de UTI para a Covid

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

KACPER PEMPEL/REUTERS

Cuiabá fico na quarta colocação, entre as capitais com maior taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para Covid-19 na última semana do mês de janeiro. Mais de 92% dos leitos estavam ocupados.

De acordo com o monitorameno da Fiocruz que analisa o cenário da pandemia no país, o Brasil sinaliza para um aumento nas taxas de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos no SUS. O levantamento foi realizado entre os dias 24 e 31 do mês passado. Doze capitais e o Distrito Federal estavam em zona de alerta crítico com taxa igual ou superior a 80%.

  • Campo Grande (103%)
  • Brasília (97%)
  • Rio de Janeiro (95%)
  • Cuiabá (92%)
  • Goiânia (91%)
  • Natal (89%)
  • Belo Horizonte (86%)
  • Teresina (83%)
  • Macapá (82%)
  • Maceió (81%)
  • Fortaleza (80%)
  • Manaus (80%)
  • Vitória (80%)

Ainda conforme o monioramento da Fiocruz  apesar das altas taxas de transmissão da variante ômicron, o cenário atual é bem diferente do de 2020, uma vez que com o avanço da vacinação, os casos graves da doença tem diminuído.

Margareth Portela, membro do Observatório Covid-19, diz que ter parte da população vacinada está fazendo diferença, já que as pessoas com reforço tem chances menores de adoecimento grave.

“Hoje dispomos de menos leitos que no ano passado. Mato Grosso esteve na semana passada na zona crítica com mais de 80%, e com a inclusão de 30 leitos saiu da zona crítica”

O diretor técnico do Hospital de Referência para Covid-19, Guilherme Salomão dos Santos, explica que a unidade está monitorando a ocupação, que é de 46% nas enfermarias e 90% nas UTIs.

“Estamos observando que deve haver uma queda desses números nos próximos dias, mas a gente já tem um plano de ação. Se for necessário, conseguimos liberar mais leitos, diz.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 8 de fevereiro de 2022 às 19:48:12
  • 8 de fevereiro de 2022 às 19:47:49